Primeira Liga

12-08-2016 13:23

PC Gusmão confiante num Marítimo "forte" para vencer o Sporting

O treinador brasileiro promete uma "surpresa" no ‘onze’ inicial a apresentar e desvalorizou os resultados negativos da pré-temporada.
Marítimo
Foto: Lusa

Marítimo

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Marítimo, Paulo César Gusmão, prometeu hoje uma equipa "forte" para poder vencer o Sporting, em Alvalade, no sábado, na primeira jornada da I Liga portuguesa de futebol.

"Vamos jogar contra uma equipa que é uma das eleitas à conquista da competição, mas vamos fortes, porque trabalhámos forte. Vamos também com o objetivo de vitória, com todas as precauções, sabendo das dificuldades e, principalmente, aquilo que o adversário tem de melhor", adiantou na conferência de imprensa de antevisão da sua estreia oficial à frente do comando técnico dos madeirenses.

Com equipas diferentes preparadas ao longo da semana, o treinador brasileiro promete uma "surpresa" no ‘onze’ inicial a apresentar e desvalorizou os resultados negativos da pré-temporada, em que o Marítimo somou apenas uma vitória em oito jogos.

"Na pré-época, todos nós, os treinadores, procuramos observar bastante e o que menos prevalece é o resultado. Sabemos que os adeptos querem resultados imediatos, mas o que vale é a avaliação, quer para mim, quer para todos", respondeu.

Do outro lado, a turma insular vai encontrar o vice-campeão Sporting, a quem Paulo César Gusmão deixou elogios, direcionados aos jogadores, à estrutura e ainda ao treinador, Jorge Jesus.

"O Jesus é um treinador muito bom, inteligente, soube aproveitar bem a época para saber com quem pode contar, até as possíveis perdas que pode ter. O Sporting tem um grande grupo, uma equipa muito forte em todos os setores, com um investimento muito alto", salientou.

Naquela que foi uma semana atípica de trabalho, condicionada pelos incêndios na Madeira e, em especial, no Funchal, o técnico brasileiro garantiu que a equipa trabalhou da melhor forma possível.

"O Marítimo preparou-se nas suas melhores condições, apesar de estarmos tristes por uma semana em que passámos grandes dificuldades, até para treinar, mas, dentro das nossas possibilidades, fizemos o nosso máximo para nos preparamos e estarmos bem amanhã [sábado]", afirmou.

Mesmo sem poder contar com Dyego Sousa, Éber Bessa, Deyvison e Raúl Silva (os dois primeiros por castigo e os restantes por lesão), a confiança está depositada não só nos que vão entrar em campo, mas também no plantel inteiro.

"Uma equipa não conta só com 11 jogadores, ela tem de contar com um grupo para que essas situações inesperadas possam ser resolvidas", vincou, dizendo o mesmo sobre o Sporting, ‘orfão’ do avançado Slimani (a cumprir castigo).

O Marítimo defronta o Sporting sábado, pelas 18:15, no Estádio de Alvalade, numa partida com arbitragem de Carlos Xistra, da Associação de Futebol de Castelo Branco.

Conteúdo publicado por Sportinforma