Liga

13-08-2016 22:25

Benfica inicia luta pelo 'tetra' a ganhar

Os golos de Lisandro Lopez e André Horta deram o triunfo aos encarnados em Tondela.
Benfica vence em Tondela
Foto: LUSA

Benfica vence em Tondela

Por João Paulo Godinho sapodesporto@sapo.pt

O tricampeão Benfica começou hoje a edição 2016/17 da I Liga portuguesa de futebol com uma vitória, em Tondela, por 2-0, com golos de Lisandro López e André Horta. O primeiro golo dos ‘encarnados’ no campeonato foi marcado aos 39 minutos, pouco depois de o defesa central argentino ter substituído o ‘capitão’ Luisão, devido a lesão, enquanto André Horta fixou o resultado, aos 90+2.

Num jogo que chegou a estar sob risco de não se realizar, devido às más condições do relvado no Estádio João Cardoso, houve mesmo encontro enre Tondela e Benfica e um encontro com emoção do princípio ao fim, no qual o resultado final não revela as dificuldades que os encarnados chegaram a sentir diante da equipa orientada por Petit, que vendeu cara a derrota.

Sem o lesionado Jonas no onze inicial, o técnico Rui Vitória apostou em Gonçalo Guedes ao lado de Mitroglou no ataque dos encarnados. A partida arrancou num ritmo bastante alto, mas nem sempre bem jogado pelas duas equipas. Os encarnados tinham naturalmente a maior iniciativa do encontro e logo ao início podiam ter marcado, mas Mitroglou permitiu a defesa ao guardião Cláudio Ramos. Já o Tondela tentava responder em contra-ataques rápidos, procurando assustar o guarda-redes Júlio César.

O ritmo rápido ajudou a provocar a primeira baixa logo aos 26 minutos. Luisão lesionou-se e impôs a entrada forçada de Lisandro Lopez para a defesa do Benfica. E foi um daqueles casos de "males que vêm por bem". Aos 39 minutos, Pizzi cobrou de forma exímia um livre lateral que encontrou a cabeça do central argentino, que lhe deu a baliza como destino final, sem hipóteses de defesa. Estava feito o 0-1 para o Benfica, já depois de ter criado chances e de ter igualmente sofrido alguns calafrios.

Com o marcador em 0-1, o árbitro João Pinheiro apitou pouco depois para o intervalo.

O segundo tempo foi um reflexo dos primeiros 45 minutos, mas com uma diferença de relevo. A formação do Tondela era agora ainda mais atrevida e intensa, criando permanentes dificuldades ao Benfica, que se revelava incapaz de controlar o ritmo e o rumo das operações.

Petit queria o empate e foi o primeiro a mexer na equipa na segunda parte, lançando primeiro Claude Gonçalves e pouco depois Flores. Rui Vitória percebeu que o jogo corria o risco de se tornar ainda mais perigoso para os tricampeões e tentou reforçar a segurança da sua formação com a entrada de Samaris, aos 65.

Sem grande inspiração, mas com alguma eficiência, o Benfica conseguiu atenuar a reação beirã e matou o jogo já em tempo de descontos. O jovem André Horta confirmou as boas indicações que já tinha deixado na Supertaça frente ao Braga e assinou o melhor momento do encontro. Numa jogada individual iniciada ainda perto do meio-campo, o médio de 19 anos ultrapassou três defesas do Tondela e à entrada da área 'fuzilou' o guardião Cláudio Ramos. Melhor era impossível para o jovem médio formado nos encarnados a fazer a sua estreia na Liga pelo clube da Luz.

Com este triunfo, o Benfica soma três pontos, tal como FC Porto, que venceu na sexta-feira na visita ao Rio Ave (3-1), e Sporting, vencedor hoje na receção ao Marítimo (2-0).

Conteúdo publicado por Sportinforma