Primeira Liga

13-08-2016 10:25

Tondela mais equilibrado para assegurar rapidamente a manutenção

O Tondela estreia-se na Liga este sábado, com a receção ao tricampeão Benfica.
Petit
Foto: JOSÉ SENA GOULÃO / LUSA

Petit, treinador do Tondela.

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Tondela construiu para a época 2016/17 "um plantel mais equilibrado em todos os setores" para tentar assegurar o mais rápido possível a manutenção e a sua estabilização na I Liga portuguesa de futebol.

"Penso que conseguimos formar um plantel mais equilibrado em todos os setores. Pretendemos assegurar a manutenção o mais rápido possível, além de querermos também potenciar e valorizar alguns ativos e tentar estabilizar o Tondela na I Liga", apontou o diretor desportivo do Tondela, Carlos Carneiro.

Para o seu segundo ano no escalão maior do futebol português, os ‘auriverdes' começaram a "construir a casa pelos alicerces, para depois chegar ao telhado e ficar bem sustentado", tentando assim evitar o sufoco da última temporada, em que a permanência foi assegurada nos derradeiros minutos da última partida.

"Temos de olhar um pouco para o passado para aprender, mas o que passou, passou. Começámos a construir o setor defensivo, depois a linha média e por fim a linha avançada: confiamos muito no grupo de trabalho que escolhemos e com trabalho os golos e os resultados vão acontecer com naturalidade", acrescentou.

Atualmente o plantel tem 25 jogadores, a maioria são ‘caras novas', já que da última temporada apenas transitaram nove: os guarda-redes Cláudio Ramos e Miguel Batista, os defesas Pica e Kaká, os médios Helder Tavares, Bruno Monteiro e Jaquité e os avançados John Murillo e Wagner.

"A estrutura que ficou são elementos de mais-valia, não só pelo seu valor futebolístico, mas também valor humano. Ficámos praticamente com todos os que queríamos [da última época], mas obviamente que gostaríamos de ter contado com o Nathan Junior, no entanto, compreendemos a sua posição e seguiu outros caminhos, procurando o melhor para si e para a sua família", referiu.

Para o grupo entraram 16 novos jogadores, com destaque para os empréstimos do defesa do Benfica Vitali Lystcov e de dois jogadores do FC Porto, David Bruno e Pité, este último a representar a Seleção Olímpica no Rio2016.

De Braga veio também o avançado brasileiro Crislan, que apanhou a pré-temporada ‘auriverde' na reta final, mas ainda assim conseguiu faturar cinco golos em quatro partidas.

Contas feitas, o saldo da pré-temporada revelou-se positivo, com o Tondela a somar seis vitórias (Hamm Benfica, Marítimo, Belenenses, Mortágua, Vitória de Setúbal, Lusitano), três derrotas (Arouca, Gafanha da Nazaré e Famalicão) e um empate (Académica de Coimbra).

O orçamento do clube está no ‘segredo dos deuses', sendo apresentada como grande novidade da temporada a receção aos três ‘grandes' no Estádio João Cardoso, que vem sofrendo obras de ampliação e requalificação, no valor de cerca de dois milhões de euros.

Depois da receção ao Benfica, FC Porto e Sporting ter acontecido no último ano em Aveiro, o recente parecer positivo da comissão técnica de vistoria da Liga, no que diz respeito à lotação para cinco mil pessoas, vem permitir que os ‘auriverdes' possam jogar verdadeiramente em casa frente aos ‘grandes'.

A partida de arranque da época 2016/17 do clube ‘beirão' terá lugar este sábado, com a receção ao tricampeão nacional Benfica.

Conteúdo publicado por Sportinforma