Primeira Liga

14-08-2016 13:50

Belenenses opera 'revolução' em busca de mais um desempenho tranquilo

Os 'azuis' estreiam-se na Liga 2016/17 este domingo, diante do V. Setúbal.
Julio Velázquez
Foto: MÁRIO CRUZ / LUSA

Julio Velázquez mantém-se à frente da equipa.

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Belenenses operou uma verdadeira ‘revolução' no plantel que vai iniciar a I Liga portuguesa 2016/17, tendo recrutado 16 novos jogadores para consolidar a equipa entre os ‘grandes' do futebol nacional.

Depois de terem dado a volta a um início de época ‘tremido', terminando no nono lugar do campeonato transato, os ‘azuis' vão procurar novamente a manutenção no principal escalão, ainda que algumas das novas contratações possam indiciar que o clube do Restelo irá lutar por algo mais do que a permanência.

Contudo, ainda antes de o campeonato anterior ter terminado, o técnico Julio Velázquez, que se mantém à frente da equipa, revelou que a meta do Belenenses para a nova época passaria por melhorar o registo, sem nunca assumir uma candidatura à Europa.

Apesar do desempenho tranquilo, a SAD liderada por Rui Pedro Soares optou por manter apenas 11 jogadores que faziam parte do plantel, sendo que, por outro lado, contratou 16 atletas, a maioria dos quais no ‘mercado' nacional.

Ao Restelo chegaram, entre outros, o guarda-redes André Moreira, que se destacou ao serviço do União da Madeira, os defesas João Diogo (ex-Marítimo), Domingos Duarte e Mica Pinto (ambos ex-Sporting B), os médios Oriol Rosell (ex-Sporting) e Luís Silva (ex-Desportivo de Chaves) e o extremo Gerso (ex-Estoril).

Os ‘azuis' fizeram ainda regressar a Portugal o argelino Hassan Yebda, que representou o Benfica em 2008/09, o lateral esquerdo Florent, que teve passagens por Sporting de Braga e Moreirense, e o avançado Abel Camará, que na temporada passada esteve cedido ao um emblema saudita, além de terem contratado os ‘desconhecidos' Llorente e Andric.

Por outro lado, o Belenenses perdeu o internacional colombiano Abel Aguilar e o montenegrino Marko Bakic, além dos portugueses André Geraldes, Ricardo Dias, Filipe Ferreira e Tiago Silva, este último emprestado ao Feirense.

A preparação para a estreia na I Liga 2016/17, marcada para este domingo, às 18h00, no terreno do Vitória de Setúbal, o Belenenses realizou sete encontros, vencendo os primeiros três, diante do Sindicato dos Jogadores (2-0), Real Massamá (3-0) e Benfica B (2-1).

Seguiram-se duas derrotas, com Cova da Piedade (1-0) e Tondela (2-0), antes do triunfo sobre o Al-Gharafa (1-0), do Qatar, que antecedeu o último encontro de preparação, o qual terminou com um desaire no terreno do Moreirense (2-0).

Conteúdo publicado por Sportinforma