Primeira Liga

14-08-2016 16:52

Estoril-Praia, com 16 reforços, aponta a campeonato tranquilo

A formação do concelho de Cascais arranca para a nova temporada na segunda-feira, diante do Feirense.
Fabiano Soares
Foto: JOSE SENA GOULAO / LUSA

Fabiano Soares continua a orientar o Estoril.

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Com dezasseis reforços, mas sem Léo Bonatini, figura na última temporada que saiu para o Al-Hilal, o Estoril-Praia tem como objetivo para 2016/17 uma I Liga de futebol tranquila, sem colocar os lugares europeus como meta principal.

Com um orçamento a rondar os 3,5 milhões de euros, a formação do concelho de Cascais arranca para a nova temporada depois de ter fechado o último campeonato em oitavo lugar, com 47 pontos, a apenas três pontos dos lugares europeus.

Fabiano Soares, treinador brasileiro de 50 anos, continua no comando do Estoril-Praia, que surge com muitas caras novas, a maioria cedidos por outros clubes, entre os quais se destacam os experientes Kléber e Moreira.

Kléber, avançado de 26 anos, regressa ao Estoril-Praia depois de na última temporada e meia ter representado os chineses do Beijing Guoan, enquanto José Moreira, guarda-redes de 34 anos, regressa à I Liga, após ter alinhado pelo Benfica, entre 2001 e 2011.

Com a saída dos guarda-redes Pawel Kieszek, Georgemy e Ruben Díonisio, os ‘canarinhos' contrataram ainda para a baliza Thierry Graça e Luís Ribeiro (ex-Sporting).

Além destes, os estorilistas fecharam contrato com mais 12 jogadores, os defesas Thiago Cardoso (ex- Macae), Ailton (emp. Fluminense) e Joel (ex-Mafra), os médios Dmytro Yartchuk (ex- Hirnyk- Sports), Matheus Índio (emp. Vasco da Gama), Eduardo Teixeira (emp. Fluminense) e Lucas Morelatto (ex-Olhanense).

A principal ‘baixa’ prende-se com a saída do avançado Léo Bonatini, que na última temporada foi o melhor marcador do Estoril-Praia, com 20 golos em 37 partidas, e que rumou à Arábia Saudita para representar o Al-Hilal.

Para colmatar essa ausência o clube conta com Kléber, Bruno Gomes e Alisson Farias, emprestados pelo Internacional de Porto Alegre, Paulo Henrique, cedido pelos chineses do Shanghai Greenland, Konstantin Bazelyuk, emprestado pelo CSKA Moscovo, e Gustavo Tocantins, contratado ao Corinthians.

Mantêm-se no plantel 12 futebolistas, entre os quais Matheus, um dos mais influentes no último campeonato, um médio muito importante na forma de jogar de Fabiano Soares.

O Estoril-Praia começa o campeonato em casa, no Estádio António Coimbra da Mota, onde na segunda-feira defronta o Feirense, a partir das 20h00.

Conteúdo publicado por Sportinforma