Primeira Liga

14-08-2016 14:54

Vitória de Guimarães tenta superar último ano com regresso à Liga Europa

Os vimaranenses estreiam-se na Liga 2016/17 este domingo, diante do Sporrting de Braga.
Pedro Martins
Foto: ESTELA SILVA / LUSA

Pedro Martins orienta agora o Vitória de Guimarães.

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Vitória de Guimarães parte para a edição 2016/17 da I Liga portuguesa de futebol com o objetivo de ficar entre os cinco primeiros e atingir as competições europeias, depois da 10.ª posição no ano passado.

Os vimaranenses falharam, em 2015/16, o segundo apuramento europeu consecutivo, algo que não conseguem desde 1995/96, e, para a nova época, contrataram um novo técnico, Pedro Martins, que garantiu, no ano anterior, a presença do Rio Ave na Liga Europa.

Com seis anos de experiência no principal escalão do futebol nacional - quatro no Marítimo e dois nos vila-condenses -, o treinador mudou-se, nesta época, para Guimarães, tendo dito, na apresentação, que pretende devolver o clube aos lugares em que "deve e merece estar", discurso até agora seguido pelos jogadores.

Os centrais Moreno e Josué, já há alguns anos no clube, admitiram, nesta pré-época, que a meta passa, no mínimo, pelo quinto lugar, sendo que a principal equipa vitoriana conta, para já, com 28 jogadores no plantel, nove deles reforços.

A formação minhota reforçou-se nas laterais com João Aurélio, ex-Nacional, e Rúben Ferreira, ex-Marítimo, jogadores já experientes na I Liga que devem ser titulares no jogo de abertura da nova época, frente ao rival Sporting de Braga, este domingo, pelas 20:15, em Guimarães.

O Vitória adquiriu ainda o central Marcos Valente, tendo-se reforçado no meio-campo com o sul-africano Bongani Zungu, atualmente lesionado, o francês Nolan Mbemba e o brasileiro Rafael Miranda, o único dos três que se assume como opção provável para a titularidade no início da época.

O ‘miolo' é, nesta fase, o setor vitoriano mais carenciado, uma vez que, depois das saídas dos ‘titulares' Bouba Saré (sem clube), Cafú (Lorient, de França) e Otávio (FC Porto), permaneceram apenas Phete (lesionado) e Tozé, com João Pedro, que deve começar a titular, a surgir da equipa B.

No ataque, os vimaranenses colmataram a saída de Henrique Dourado, melhor marcador no último ano, com 12 golos, para o Fluminense, do Brasil, com as contratações de Soares (ex-Nacional) e de Marega (emprestado pelo FC Porto), contando ainda com o regresso de Hurtado (ex-Reading, Inglaterra).

Estes três elementos integraram o ‘onze' no jogo de preparação com o Toulouse, de França (triunfo do Vitória por 6-2), e devem alinhar de início frente aos ‘arsenalistas', tal como Ricardo Valente, num setor em que Pedro Martins dispõe de 11 opções.

O técnico, depois de ter iniciado a pré-época com um sistema ‘4-3-3’, optou, nos ensaios com o FC Porto e com os gauleses, por um ‘4-4-2’, tendo apostado em Douglas na baliza, em detrimento de Miguel Silva, e em Josué e Pedro Henrique (este, frente ao Toulouse) no eixo da defesa.

O presidente, Júlio Mendes, já anunciou que o clube deve contratar mais dois ou três jogadores até 31 de agosto.

O orçamento para a época futebolística não foi divulgado publicamente pela SAD vitoriana.

Conteúdo publicado por Sportinforma