Benfica 1-1 V. Setúbal

22-08-2016 07:58

Análise: 'Águias' atrasaram-se no regresso ao 'ninho'

Mexicano Jiménez voltou a sair do banco para garantir pontos ao Benfica depois do golo inaugural de Venâncio aos 66 minutos.
Benfica vs Vitoria de Setubal
Foto: Lusa

Jiménez durante o momento do empate aos 82 minutos

Por Eduardo Santiago sapodesporto@sapo.pt

O Benfica entrou decisivo a afirmar o seu favoritismo mas os lances de perigo inconsequentes no arranque acabaram por acordar e colocar em sentido uma equipa que ia à Luz com a estratégia montada para levar pontos para o Bomfim. Jiménez, Carrillo e Gonçalo Guedes entraram para agitar as águas sadinas, mas uma defesa compacta aliada a um Bruno Varela a 'sentir-se em casa' e seguro acabaram por controlar a corrente eléctrica que se gerou com o empate do Benfica aos 82 minutos.

No estreia em casa no ataque ao 'Tetra', o Benfica não conseguiu impor o estatuto de favorito diante de um Vitória de Setúbal bem organizado e com um Bruno Varela inspirado pelo 'baptismo de fogo' que seria jogar na Luz depois de fazer a formação no Seixal. Com Lisandro López e Salvio no onze inicial, os 'encarnados' começaram desde logo por 'remar' contra uma maré que se advinhava 'baixa'. Salvio logo aos 7 minutos demonstrou responsabilidade pela braçadeira com uma jogada individual, mas o lance acabou por não desaguar em golo. Aos 36 minutos, o guardião sadino evitou novamente o golo e dava confiança aos 'colegas' para aguentar o empate até ao intervalo. Dados apenas dois minutos de compensação, o jogo prosseguiu para o segundo tempo com uma entrada mais forte do Benfica. Grimaldo e Nelson Semedo tentaram penetrar no último terço, mas um Mitroglou pouco interventivo e duas linhas de defesas sadinas muito recuadas conseguiram anularam o avançado grego e retirar profundidade ao ataque do Benfica. O golo de Venâncio aos 66 minutos gelou a Luz e obrigou o 'tricampeão' a correr o 'triplo' até apito final. Rui Vitória lançou de seguida Carrillo aos 67 minutos depois de Jiménez ter entrado em campo para substituir Franco Cervi aos 57 minutos. Já com Gonçalo Guedes em campo, o Benfica chegou ao empate aos 82 minutos na marcação de uma grande penalidade por intermédio de Jiménez. Com menos de 10 minutos para jogar, os 'encarnados' foram para cima do adversário e estiveram mesmo perto da reviravolta quando aos 89 minutos a bola bateu com estrondo na 'barra' da baliza de Bruno Varela depois de uma recarga de Lindelof após livre de Grimaldo.

Momento-chave

Grande penalidade aos 82 minutos. Chamado à conversão Jiménez não desperdiçou a oportunidade para anular a vantagem do adversário. O mexicano demonstrou 'frieza' na momento da decisão e bateu Bruno Varela, guarda-redes formado no Benfica.

Positivo - Bruno Varela: Estreia de sonho do guarda-redes do Vitória de Setúbal no campeonato nacional depois de anos na formação do Benfica. Intervenções cirúrgicas que valeram bem o ponto para o Bonfim.

Negativo - Mitroglou: O avançado grego não conseguiu dar profundidade ao ataque encarnado no meio de duas linhas defensivas baixas que o anularam por completo. Mesmo com a entrada de Jiménez Mitroglou acabou por não conseguir fazer a diferença e destacar-se mas pelos baixos índices de confiança.

Curiosidades

- Há 4 anos que o Benfica não cedia pontos tão cedo na Liga
- O Benfica não perdia pontos em casa para a Liga desde fevereiro
- Rui Vitória cede o 1.º empate em casa na Liga desde que está no comando do Benfica
- José Couceiro de regresso a Setúbal volta a travar o Benfica (2014 e 2016) com dois empates a uma bola

Conteúdo publicado por Sportinforma