Sporting 2-1 FC Porto

29-08-2016 09:20

FC Porto arrasa arbitragem de Tiago Martins no ´clássico`

A newsletter oficial do FC Porto lamenta a falta de sorte com as decisões do árbitro.
Tiago Martins, árbitro do Sporting 2-1 FC Porto
Foto: DR

Tiago Martins, árbitro do Sporting 2-1 FC Porto

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Depois de Nuno Espírito Santo e Casillas, foi a vez do "Dragões Diário" ´arrasar` a arbitragem de Tiago Martins no clássico frente ao Sporting, ganho pelos lisboetas por 2-1. A newsletter oficial do FC Porto lamenta a falta de sorte com as decisões do árbitro.

"Infelizmente, a nossa equipa não teve sorte com as decisões do árbitro. A verdade é que os dois golos do Sporting nascem de faltas não assinaladas por Tiago Martins", pode-se ler na edição desta segunda-feira daquela publicação, que compara a arbitragem do jogo com o Sporting com a do jogo frente a AS Roma em Itália, onde os "dragões" venceram por 2-0, após duas expulsões no lado dos romanos.

"Impressionante a quantidade de vezes que os jogadores do Sporting usaram os cotovelos, sem serem devida e severamente punidos pela equipa de arbitragem […]. Na terça-feira, em Roma, o árbitro puniu o jogo violento sem olhar a nomes, mas infelizmente em Portugal continua a haver uma inaceitável complacência com o jogo subterrâneo. É só comparar", sugere o `Dragões Diário´.

Jorge Jesus foi expulso do banco do Sporting mas a demora em abandonar a sua área técnica também mereceu reparos por parte do FC Porto.

"Depois, há coisas que parecem só ser possíveis no futebol português. Jorge Jesus recebeu ordem de expulsão, mas até cumprir a determinação do árbitro passaram uns intermináveis três minutos, com o treinador do Sporting a ser filmado pela televisão a dar instruções ao seu adjunto no banco dos suplentes, que devia ter abandonado imediatamente após a expulsão", apontam os ´dragões`.

Conteúdo publicado por Sportinforma