Transferências

01-09-2016 10:53

Benfica, Sporting e FC Porto gastaram 75,9 M€ e encaixaram 150,65 M€

Todos estes números não incluem valores gastos ou recebidos em jogadores emprestados.
Futebol

Futebol

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Benfica, Sporting e FC Porto gastaram um total de 75,9 milhões de euros nesta janela de transferências. O valor é o segundo mais alto dos últimos cinco anos, apenas superado pelos 83 milhões gastos em 2014, de acordo com contas do DN na sua edição desta quinta-feira.

Os maiores negócios foram feitos no último dia do fecho do mercado. O Benfica pagou 17,6 milhões para garantir Rafa, do SC Braga, o FC Porto deu 6,5 milhões por Boly. Já o Sporting tinha garantido Bast Dost por 10 milhões, um valor nunca antes pago pelos ´leões` por um jogador.

No que toca a vendas, o Sporting bateu todos os recordes. O clube de Alvalade encaixou 74,5 milhões de euros em vendas, muito graças as saídas de João Mário (40 milhões) e Slimani (30 milhões). O máximo anterior do clube de Alvalade era de 33,2 milhões em 2007, ano da saída de Nani para o Manchester United). Mas o Sporting também não se poupou em despesas, tendo gasto 25,8 milhões de euros em aquisições.

Já no que a gastos diz respetio, o grande contributo veio do Benfica que se tornou no mais gastador dos "três grandes": 28, 4 milhões de euros, uma quantia dentro da média dos últimos anos (superior aos 18,75 de 2015 mas inferior aos 35,5 de 2014). Muito dessa verba deve-se aos 17,6 gastos com a compra de Rafa ao SC Braga.

O FC Porto que, desde o verão de 2007 transferia um jogador por 20 milhões de euros ou mais, apenas vendeu Maicon ao São Paulo por oito milhões de euros. Também nas compras os "dragões" estiveram mais ´tímidos`, com o menor gasto desde 2012, de acordo com as contas do DN.

Todos estes números não incluem valores gastos ou recebidos em jogadores emprestados.

Conteúdo publicado por Sportinforma