I Liga

06-09-2016 14:22

Vitória de Guimarães vai à procura dos três pontos no Dragão

Hurtado acredita em Guimarães capaz de lutar pelo triunfo contra FC Porto.
Hurtado celebra um golo frente ao Paços de Ferreira
Foto: Hugo Delgado

Hurtado celebra um golo frente ao Paços de Ferreira

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O futebolista Hurtado, do Vitória de Guimarães, assumiu hoje que a equipa minhota pode "conseguir os três pontos" no Estádio do Dragão, frente ao FC Porto, em partida da quarta jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O peruano, de 26 anos, que regressou nesta época aos vitorianos, por empréstimo do Reading, do segundo escalão inglês, referiu que vai ser bom "defrontar um rival como o FC Porto" e tentar dar sequência ao bom início de época, que se traduziu em seis pontos nas primeiras três jornadas.

"Creio que fizemos três boas exibições, mas apenas estamos focados em nós. Estamos a trabalhar bem durante a semana para fazer lá um bom jogo", disse a propósito do jogo de sábado à noite, acrescentando que "o Vitória, quando pisa o terreno, pensa sempre em conseguir os três pontos".

Pouco preocupado em saber se o conjunto ‘azul e branco’ "está mais fraco ou mais forte" nesta época, o jogador tem ocupado as alas, mas também a posição de médio ofensivo, por causa das variações táticas efetuadas pelo técnico Pedro Martins, e disse querer ser útil, independentemente do lugar.

"A confiança dada pelo ‘mister’ é importante para mim. Tanto posso jogar na ala, como no interior. Eu adapto-me àquilo que o ‘mister’ pretende e estou tranquilo. Trabalho da mesma maneira para dar tudo pelo Vitória e para conseguir grandes coisas por este clube", frisou.

Hurtado admitiu que se sente, neste início de temporada, "fisicamente" melhor do que na primeira passagem por Guimarães, na segunda metade da última época, e avançou que está motivado para voltar à seleção do Perú, depois de ter lá jogado pela última vez em novembro de 2015.

"Estou a trabalhar para isso. Sempre gostei de jogar pela minha seleção. Estou a tentar fazer as coisas bem por aqui para voltar", revelou, mencionando ainda que, após as idas às seleções, "não é fácil para os jogadores integrarem-se [nos clubes] só na quinta-feira".

Conteúdo publicado por Sportinforma