FC Porto

08-09-2016 00:07

Pinto da Costa: "Acredito que podemos vencer"

O líder portista atacou as notícias "falsas" da "imprensa centralista" sobre "demissões ou divisões" no clube.
Pinto da Costa
Foto: NUNO ANDRÉ FERREIRA / LUSA

Pinto da Costa

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, afirmou hoje, em Marco de Canaveses, que, "mesmo lembrando o que aconteceu em Alvalade", continua a acreditar num percurso vitorioso da equipa na I Liga de futebol.

Na cerimónia de inauguração da Casa dos Dragões Marcoenses, em discurso diante de cerca de 300 adeptos, o presidente portista insistiu nas críticas à arbitragem de Tiago Martins, no ‘clássico’ da terceira jornada da I Liga (derrota por 2-1) para galvanizar os que o ouviam: "Mesmo lembrando-me sempre do que aconteceu em Alvalade, eu acredito que podemos vencer".

Pinto da Costa ‘desenterrou’ o discurso regionalista para criticar "a imprensa centralista" no que diz ser uma "onda de intoxicação" e ironizou com "notícias falsas" sobre "demissões ou divisões", referindo o administrador Reinado Teles ou o vice-presidente Joaquim Pinheiro.

"Queremos ser a resistência e a alma do que resta do poder do Norte", disse Pinto da Costa, que acrescentou: "Somos a alma e temos de ser o motor desta região, a favor do nosso país".

Ao final da tarde, o largo municipal, em frente à Câmara, serviu para cerca de cinco centenas de adeptos marcoenses celebrarem a presença de Pinto da Costa, que foi recebido nos Paços do Concelho pelo presidente do município, Manuel Moreira.

Durante a cerimónia, o líder portista iniciou o seu discurso pedindo um momento de silêncio em homenagem ao "grande cidadão e portista que foi António Barbosa de Melo", antigo presidente da Assembleia da República, hoje falecido.

E recordou a importância do autarca, que foi governador civil do Porto no período que antecedeu o Euro2004, pela "importância que teve no combate pela construção do Estádio do Dragão".

Conteúdo publicado por Sportinforma