Estoril-Praia

10-09-2016 14:38

Fabiano Soares: "Esta paragem foi muito boa"

Treinador do Estoril-Praia diz que paragem da Liga foi boa para criar automatismos.
Estoril Praia vs Arouca
Foto: Lusa

Treinador do Estoril-Praia diz que paragem da Liga foi boa para criar automatismos.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Fabiano Soares, técnico do Estoril-Praia, adotou hoje um discurso otimista e positivo na antevisão do embate de domingo em Paços de Ferreira, na quarta jornada da I Liga de futebol.

Atual 17.º classificado, sem qualquer ponto amealhado na sequência de três derrotas consecutivas, a última das quais na Amoreira frente ao Sporting de Braga, por 3-1, os 'canarinhos' têm de fazer pela vida para saírem das últimas posições do campeonato.

"Esta paragem foi muito boa para analisarmos bem o que estava a acontecer. Se uma equipa é nova e com os jogadores a chegarem a conta-gotas, é preciso tempo para trabalhar os automatismos", disse o treinador estorilista, em conferência de imprensa hoje realizada no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril.

Fabiano Soares está ciente de que o seu conjunto precisa de pontuar para escapar à cauda da tabela classificativa. "Necessitamos urgentemente de pontos e agora vamos jogar contra equipas do nosso campeonato. Daí necessitarmos de abordar este jogo de uma forma diferente. A equipa do Estoril-Praia ainda não está devidamente entrosada para esta Liga, mas é suficientemente competitiva para somar os três pontos", sublinhou.

Fabiano Soares considerou que a saída do médio Anderson Esiti para o Gent debilitou o plantel, mas beneficiou em termos financeiros o jogador e a SAD.

"Foi ganhar mais dinheiro para a Bélgica e isso também é importante para a sua família", admitiu o técnico estorilista, que apontou Afonso Taira, Diogo Amado, Dmytri e João Basso como boas alternativas para fazerem as funções de médio mais recuado no seu conjunto.

Quanto ao Paços de Ferreira, o seu adversário de domingo, o treinador estorilista constatou que se trata de uma equipa que também necessita muito de pontuar e “é um conjunto que pressiona mais à frente e que pratica um futebol muito ofensivo e bonito".

O Estoril-Praia, 17.º e último classificado da I Liga, e o Paços de Ferreira, 15.º, com um ponto, defrontam-se a partir das 11:45 de domingo, em partida dirigida pelo árbitro Jorge Ferreira, da associação de Braga.

Conteúdo publicado por Sportinforma