Sporting

11-09-2016 12:41

Ryan Gauld: "Há pessoas na Escócia que estão à espera de me ver fracassar"

Emprestado ao Vitória de Setúbal, o médio escocês de 20 anos continua a trabalhar para ingressar no plantel principal do Sporting.
Sporting : Ryan Gauld apontado
Foto: SAPO Desporto

Contratado em 2014, Ryan Gauld ainda não conseguiu impor-se no Sporting

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Ryan Gauld acredita que está a evoluir '10 vezes mais em Portugal' do que se tivesse continuado no futebol escocês, e admite que o empréstimo ao Vitória de Setúbal só lhe dá motivação para continuar a trabalhar e crescer enquanto jogador.

Em declarações ao jornal 'Daily Record', o antigo jogador do Dundee United abordou os últimos dois anos em Portugal, e frisou que não se arrepende de ter escolhido o Sporting em detrimento de outros clubes.

"Sinto que há pessoas na Escócia que estão à espera de me ver fracassar. Algumas destacam o facto de não ter ainda feito muitos jogos, mas esse tipo de críticas só me motiva ainda mais. O primeiro pensamento que me vem à cabeça é, 'bem, vou provar que estão errados'", afirmou Ryan Gauld.

"Meti na cabeça que se regressasse ao Reino Unido num empréstimo a um clube as pessoas veriam nisso o assumir do fracasso. A minha decisão de continuar em Portugal deve-se a estar convencido que é a melhor forma de ganhar o meu espaço no Sporting. Assim que soube que o Vitória estava interessado em mim, e que o Sporting aprovaria o empréstimo, fiquei muito interessado em ir para Setúbal", acrescentou o médio escocês de 20 anos.

"Continuo a ver-me ao serviço do Sporting no futuro. Este empréstimo vai dar-me tempo de jogo na liga e depois regressarei ao Sporting na próxima temporada para fazer a pré-época. No Vitória é diferente, mas a cidade é simpática e tem tudo o que preciso no que toca a lojas e restaurantes", confessou o jovem jogador sobre a nova aventura em Setúbal.

"Tenho menos jogos do que todos os meus companheiros, por isso vai levar tempo a ganhar um lugar na equipa. Mas tive tempo de jogo na seleção sub-21, o que significou que me aproximei do nível desejado. Em Portugal sou agora visto como um médio puro e não tanto como um '10'. O Sporting considera-me um 'box-to-box' e fico feliz por jogar com essa missão. Como é óbvio, sinto que a minha posição mais natural é no apoio ao ataque, mas estou a aprender este novo papel e estou a gostar", destacou Ryan Gauld sobre a sua evolução enquanto jogador.

"Não quero perder criatividade no meu futebol. Foi por isso que o Sporting me contratou, por aquilo que posso fazer no último terço do terreno. Tenho de manter essa criatividade e usá-la quando estiver no ataque. Agora só preciso de evoluir na parte defensiva", rematou Gauld.

Conteúdo publicado por Sportinforma