Jesus

14-09-2016 21:50

"Seria difícil para o Real se eu estivesse no banco nos últimos minutos"

Um golo de Morata, no último minuto dos descontos, deu hoje ao Real Madrid um triunfo em casa sobre o Sporting, por 2-1, em jogo da primeira jornada do Grupo F da Liga dos Campeões de futebol.
Jorge Jesus cumprimenta Zidane antes do início do encontro
Foto: AFP

Jorge Jesus cumprimenta Zidane antes do início do encontro.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Sporting, Jorge Jesus, revelou que a sua expulsão durante o jogo com o Real Madrid foi motivada por divergências de opinião com o árbitro do encontro, e considerou que a formação leonina poderia ter saído do Santiago Bernabéu com outro resultado.

"Foi numa jogada, manifestei-me contra a decisão e fui para a rua. Foi pena. Teria sido muito mais difícil para o Real se eu estivesse no banco nos últimos minutos", começou por dizer Jorge Jesus no flash interview da Sport TV sobre a sua expulsão.

Bruno César, aos 48 minutos, inaugurou o marcador a favor dos 'leões' e o Sporting esteve muito perto de ser a primeira equipa portuguesa a vencer no Estádio Santiago Bernabéu, mas o português Cristiano Ronaldo conseguiu o empate na marcação de um livre direto, aos 89, e Morata consumou a reviravolta, aos 90+4.

"Fizemos uma grande partida, contra o campeão europeu, em Madrid. O Real só começou a causar desiquilíbrios nos últmos dez minutos, com as substituições, que fez com que a nossa equipa perdesse as referências. Faltou-nos aqui a experiência de Liga dos Campeões. Nunca podemos levar aquele primeiro golo... a jogada podia ter sido morta muito antes. Uma equipa que faz 85 minutos destes, com grande personalidade e qualidade... o Real Madrid não teve uma oportunidade de golo até aos 80 minutos", acrescentou o técnico leonino sobre o jogo.

"O Adrien, com o amarelo, tive medo de o deixar mais tempo. Também já estava com falta de velocidade. De qualquer forma, não podemos estar felizes. Uma equipa com esta qualidade não pode ficar contente porque perdeu no último minuto com o campeão europeu. Esta derrota não podia ter acontecido desta forma. Se no início pensava que era possível outro resultado, no fim do jogo fiquei ainda mais convencido", frisou Jorge Jesus.

O Real Madrid, campeão europeu em título, acabou por somar os três pontos e instala-se no topo do grupo em igualdade pontual com os alemães do Borussia de Dortmund, que foram a Varsóvia golear o Legia, por 6-0. O Sporting e a equipa polaca seguem ainda sem qualquer ponto.

Conteúdo publicado por Sportinforma