Futebol

15-09-2016 22:33

Besiktas insurge-se contra o Benfica em defesa de Talisca

Dirigente turco envolve-se na polémica sobre Talisca e acusa adeptos do Benfica de terem atitudes de um país subdesenvolvido.
Benfica vs Besiktas
Foto: Lusa

Dirigente turco envolve-se na polémica sobre Talisca e acusa adeptos do Benfica de terem atitudes de um país subdesenvolvido.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A recente polémica entre Anderson Talisca e o Benfica ganhou um novo interveniente com as declarações de um dirigente do Besiktas a acusar o emblema da Luz de conduta 'primitiva' ao lidar com o caso do médio brasileiro emprestado ao clube turco.

Em declarações a um programa da rádio turca Radyospor, o secretário-geral do clube de Istambul, Ahmet Ürkmezgil, fez questão de deixar duras críticas ao facto do contrato de empréstimo de Talisca ter surgido na comunicação social portuguesa.

"Estamos conscientes de que o Benfica partilhou o contrato do jogador com a Imprensa local. É uma atitude primitiva. Se o Talisca proferiu uma declaração que ofendeu o Benfica e os seus adeptos, então foi uma atitude má da sua parte. Estamos num mundo profissional e cada um tem de agir de forma séria e profissional", afirmou Ahmet Ürkmezgil.

Já em relação à conduta dos adeptos do Benfica nas redes sociais, Ahmet Ürkmezgil criticou também o comportamento de alguns benfiquistas e lembrou que o jogador tem família.

"É uma vergonha. Claro, marcou ao Benfica, mas neste momento ele é jogador do Besiktas. Não é normal que quisessem que não jogasse contra o Benfica. Atacá-lo a ele a à sua família pelo que jogou e por ter marcado o golo é uma atitude de países subdesenvolvidos", atirou o secretário-geral do clube de Istambul.

"Merecíamos ganhar. Tivemos mais ocasiões de golo. E, para além disso, o árbitro não assinalou um penálti a nosso favor. E claro que era penálti. Acreditamos que o Besiktas passará à próxima fase como líder do grupo. Não há motivo para que tal não aconteça", sentenciou o responsável do Besiktas.

Conteúdo publicado por Sportinforma