Manuel Machado

16-09-2016 23:33

"O que se passa no Benfica acontece ao Nacional há dois meses"

O Nacional conquistou os primeiros pontos na edição 2016/2017 da I Liga.
Manuel Machado
Foto: Lusa

Manuel Machado

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O Nacional está a contas com várias lesões há dois meses, facto que tem prejudicado e muito o técnico Manuel Machado na formação de um onze neste início de época. O treinador aproveitou a primeira vitória na I Liga para criticar o facto de os muitos ausentes no Nacional não terem destaque na imprensa, como tem o Benfica agora. Os ´encarnados` têm quatro avançados no ´estaleiro`, e ainda dois defesas e um médio.

Análise da 1.ª parte: "Foi um jogo de nível médio em termos daquilo que é o espetáculo. Tivemos maior eficácia, quando se chega ao intervalo a vencer por 1-0, é a eficácia que determina".

Análise da 2.ª parte: "O Marítimo jogou tudo o que tinha para jogar e através da parte atlética dos seus atacantes criou alguma confusão na nossa área. Houve alguns momentos de aperto junto à nossa baliza. Em termos de problemas, há que salientar que o que se passa há dois meses no Benfica já se passa há dois meses no Nacional".

Sofrimento na parte final: "Sofremos um pouco porque só conseguimos matar o jogo na ponta final".

Significado da vitória: "É especial por causa de todo o quadro que já mencionei. Têm sido dois meses e meio de grande dificuldade para montar as equipas. Fomos muito penalizados contra o Belenenses. Esta equipa, no cômputo geral, merecia ter algo mais. Esta vitória tem um sabor acrescido".

Golaço de Agra: "Os jogadores estão identificados com aquilo que são os grandes atletas dos clubes europeus e mundiais. Nunca se perde em ver os melhores e de retirar deles ensinamentos".

O Nacional conquistou os primeiros pontos na edição 2016/2017 da I Liga. No dérbi madeirense frente ao Marítimo, os comandados de Manuel Machado venceram por 2-0, com um golaço de Salvador Agra e outro de Bonilla.

Conteúdo publicado por Sportinforma