FC Porto

16-09-2016 12:52

‘Renascimento’ de Brahimi começa a dar frutos

Extremo argelino surgiu menos individualista contra o Copenhaga. Integração está cada vez melhor.
Brahimi
Foto: MIGUEL RIOPA / AFP

Brahimi voltou em boa forma ao FC Porto

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Brahimi aparenta estar num bom caminho para voltar a ser uma das primeira opções no Estádio do Dragão. O argelino, que passou de estar completamente fora do clube para opção na Liga dos Campeões, surgiu no empate com o Copenhaga com uma atitude renovada. O jogo individual que caracterizou o extremo no passado foi substituído por uma vertente mais ligada à equipa.

Na primeira aparição no FC porto de Nuno Espírito Santo, o magrebino fez menos ‘dibles’ e jogadas de um para um do que é habitual e fez muitos mais passes. O talento do argelino mexeu com o jogo quando entrou para os últimos 20 minutos, mas não conseguiu desatar o nó imposto pelo Copenhaga. No final, o FC Porto acabou mesmo por manter o 1-1.

Na terceira época de dragão ao peito, Brahimi passou um dos seus piores momentos no futebol português. O internacional argelino passou ao lado da pré-época (jogou de início, mas foi arredado) e falhou o arranque do campeonato. Após o fecho do mercado e gorada a saída do FC Porto, Nuno Espírito Santo está a tentar recuperar o jogador.

Frente ao Tondela, a equipa dos dragões ainda não deverá ter o argelino a titular, mas sim no banco de suplentes. A decisão sobre a integração do extremo está inteiramente nas mão do treinador. Para já Otávio e Corona são as aposta mais fortes para as alas com Óliver à ‘espreita’.

Conteúdo publicado por Sportinforma