Futebol

20-09-2016 21:52

Marítimo 'está de olho' em treinador português 'comprometido'

Clube madeirense comemora 106 anos com treinador português empregado na mira.
estádio do sc maritimo barreiros

Clube madeirense comemora 106 anos com treinador português empregado na mira.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Marítimo comemorou hoje o seu 106.º aniversário, num dia em que o presidente dos insulares, Carlos Pereira, disse estar de olho no novo treinador de futebol, que será português e está neste momento vinculado a outro clube.

Num dia recheado de festividades, o presidente 'verde rubro' disse que, apesar de nem sempre acertar, as decisões têm sido sempre tomadas a pensar no clube e nos apoiantes.

"Hoje foi um dia recheado de presentes, por isso, os sócios podem estar descansados, porque ao longo destes 19 anos de presidência soubemos decidir em prol do clube. Mais nenhum clube na região tem tido a pujança e o trabalho que o Marítimo tem tido em prol dos sócios, do crescimento do seu património humano e desportivo e das suas infraestruturas", sublinhou.

Apesar disso, Carlos Pereira admitiu que os sócios dão grande importância aos resultados e espera fechar já na quarta-feira a contratação do novo treinador, que vai substituir o brasileiro Paulo César Gusmão, após este ter chegado a acordo para a rescisão de contrato com o Marítimo na segunda-feira.

Na altura de falar sobre o escolhido, que assegurou já estar em diálogo com a direção maritimista, o perfil foi traçado.

"É o perfil de um treinador ganhador. Estamos a negociar um treinador português, conhecedor do futebol português. Agora depende do treinador, que já demonstrou muita vontade em representar o Marítimo e depende do clube a que ele está vinculado", revelou.

Um dos nomes avançados pela imprensa tem sido o de Daniel Ramos, treinador do Santa Clara, atual líder da II Liga, com seis vitórias e um empate conseguidos nas sete primeiras jornadas.

"O Daniel Ramos é um treinador que tem tido um percurso excelente", comentou.

Após o anúncio do novo técnico, a prioridade passa por vencer os dois próximos jogos, o primeiro dos quais este domingo, em casa, frente ao Tondela, e depois a inauguração da bancada poente, marcada para 15 de outubro.

Conteúdo publicado por Sportinforma