Benfica 3-0 Paços Ferreira

28-10-2016 20:51

Benfica goleia e coloca pressão sobre Sporting e FC Porto

O Benfica recebeu e venceu o Paços de Ferreira por 3-0, em jogo da 9.ª jornada da I Liga. Encarnados estão firmes na liderança da I Liga.
Pizzi festeja golo do Benfica frente ao Paços Ferreira
Foto: Lusa

Pizzi festeja golo do Benfica frente ao Paços Ferreira

Por André Delgado e José Rafael Lopes sapodesporto@sapo.pt

O Benfica venceu esta sexta-feira o Paços de Ferreira por 3-0, em partida que abriu a 9ª jornada da I Liga. Guedes, Salvio e Pizzi fizeram os golos dos “encarnados”.

Equipa que ganha não mexe. Depois do triunfo do último fim-de-semana frente ao Belenenses, Rui Vitória optou por fazer apenas uma alteração na equipa, lançando Eliseu, (estreia do lateral no campeonato) para o lugar de Cervi. De resto ficou tudo na mesma. Com o Pizzi outra vez no meio, ao lado de Fejsa. Cervi, Gonçalo Guedes e Salvio continuaram na frente, no apoio a Mitroglou.

Logo no primeiro minuto, o Paços foi o primeiro a criar perigo, num pontapé de Valente, a que Ederson respondeu com eficácia. Dois minutos depois, foi Pedrinho a repetir a gracinha. Desta feita num remate em jeito, mas sem perigo.

Os castores começavam de forma afoita e só aos sete minutos, o Benfica acordou e quase fez o primeiro do encontro. Numa tentativa de remate de Mitroglou, a bola desviou em Filipe Ferreira e quase traiu Defendi, mas valeu que o guadião estava atento. Pouco depois, foi Salvio a tentar alvejar a baliza pacence, mas falhou o alvo.

Durante os primeiros minutos, a equipa forasteira foi contendo os ímpetos dos homens da casa, mas a partir dos 20 minutos, o Benfica colocou o pé no acelerador.
Aos 21 minutos, Gonçalo Guedes teve uma perdida incrível. O avançado não dominou a bola quando estava em excelente posição depois de um passe de Mitroglou. Mas poucos minutos depois, o jovem avançado redimiu-se e fez o primeiro da partida e que golo. Depois de combinar com Mitroglou, Guedes disparou uma bomba cruzada para o fundo da baliza.

Até ao intervalo, o Benfica conseguiu controlar a partida, contudo, quase a chegar ao descanso quase sofreu o empate. Ederson defendeu uma bola para a frente e Ivo Rodrigues com um chapéu que saiu ligeiramente por cima.

No segundo tempo, o Benfica não entrou com intenção de abrandar, mas sim com o objetivo de marcar o segundo golo o mais rapidamente possível.

Guedes foi o primeiro a criar perigo, num pontapé frontal. Defendi ia fazendo juz ao seu nome, tentando adiar o inevitável.

Como se previa, o segundo golo chegou mesmo. Salvio foi o autor. Eliseu, furou no lado esquerdo, cruzou rasteiro para a área, onde apareceu o argentino sem marcação a emendar para o fundo das redes.

Com 2-0, a motivação pacence caiu por terra. A defesa dos castores ia abrindo autoestradas com via verde para a velocidade dos extremos encarnados.

Aos 72 minutos, o Benfica quase chegou ao terceiro. Salvio isolado perante Defendi não conseguiu fazer o golo, na recarga Carrillo, podia ter feito, mas Bruno Santos fez de parede, evitando males maiores.


Com 25 minutos por jogar, Rui Vitória refrescou o ataque, lançando Jiménez para o lugar de Mitroglou.

Contra a corrente do jogo, Paços quase marcou. Cícero, isolado perante Ederson e com tudo para reduzir atirou ao lado.

Já com o jogo do Dínamo de Kiev no pensamento, Rui Vitória fez entrar Samaris para o lugar de Fejsa.

Ainda antes do final, o Benfica conseguiu abanar uma vez mais a baliza de Defendi. Num lance de grande atrapalhação em que a defensiva do Paços não conseguiu despachar a bola, Pizzi furou e estabeleceu o resultado final.

O Benfica venceu de forma justa o Paços de Ferreira por 3-0, e mantém-se firme na liderança do campeonato. Os "encarnados" colocam assim pressão sobre o FC Porto e o Sporting.

Onze do Benfica: Ederson, Semedo, Luisão, Lindelof e Eliseu; Salvio, Fejsa, Pizzi e Cervi; Gonçalo Guedes e Mitroglou.

Suplentes do Benfica: Júlio César, Samaris, André Horta, Jiménez, Carrillo, Zivkovic e André Almeida.

Onze do Paços Ferreira: Defendi; Bruno Santos, Monteiro, Miguel Vieira e Filipe Ferreira; Leandro, Mateus e Pedrinho; Ivo Rodrigues, Welthon e Valente.

Suplentes do Paços Ferreira: João Pinho, Cícero, Barnes Osei, Gleison, Ricardo, André e Francisco Afonso.

Conteúdo publicado por Sportinforma