CEO do Benfica

30-11-2016 21:49

"Benfica não precisa de vender mas podem chegar propostas"

Sobre o mercado de transferências, o administrador disse que não chegaram qualquer proposta por jogadores mas se tal acontecer.
Domingos Soares de Oliveira: Benfica não precisa de vender mas podem chegar propostas
Foto: SAPO Desporto

Domingos Soares de Oliveira

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Domingos Soares de Oliveira defende que o Benfica não está vendedor. Na apresentação do Relatório e Contas 2015/2016, o administrador executivo ´encarnado` mostrou-se feliz com os resultados apresentados e pela luz verde dada pelos acionistas.

"As contas apresentam um resultado positivo acima dos 20 milhões de euros e ainda apresentaram um crescimento das receitas muito significativo. É a primeira vez que a SAD ultrapassa os 200 milhões de receitas e estes resultados foram recebidos com agrado pelos acionistas. Por isso aprovaram com esmagadora maioria", começou por dizer.

Sobre o mercado de transferências, o administrador disse que não chegaram qualquer proposta por jogadores mas se tal acontecer, o Benfica irá estuda-las. No entanto, garante que o clube não está vendedor.

"Necessário [vender] não é. Mas o mercado, como se pode ver na imprensa, está sempre ativo. Não temos essa necessidade, mas admitimos que possam chegar propostas, algo que até agora não sucedeu", assegurou o CEO das ´águias`, que falou sobre o assédio ao sueco Victor Lindelöf. "Não chegaram", garante.

Ainda sobre as contas do clube, aprovadas pelos acionistas da SAD em Assembleia Geral realizada esta noite, Domingos Soares de Oliveira voltou a defender a aposta do clube em reduzir o seu passivo nos próximos anos.

"O passivo do Benfica deve ser equilibrado em relação ao ativo. O ativo cresceu 10,7% no ano passado e o passivo cresceu 6%. Hoje o passivo é de 275 milhões de euros e as receitas, do ponto de vista consolidado, estão nos 230 milhões. A situação que procurámos é algo que está perto de ser atingido. Certamente será atingida no novo quadriénio", assegurou.

Conteúdo publicado por Sportinforma