Marítimo 2-1 Benfica

02-12-2016 22:23

Campeão caiu com estrondo no 'caldeirão' dos Barreiros

Equipa de Rui Vitória não conseguiu vencer na deslocação à Madeira e pode ver agora o Sporting a dois pontos no 'dérbi' da próxima jornada.
Maurício celebra o golo da vitória frente ao Benfica
Foto: Gregório Cunha

Maurício celebra o golo da vitória frente ao Benfica.

Por Eduardo Santiago sapodesporto@sapo.pt

O Marítimo venceu esta quarta-feira o Benfica por 2-1 em jogo a contar para a 12ª jornada do campeonato nacional e impôs a primeira derrota da época à equipa de Rui Vitória para o campeonato nacional. Ghazaryan abriu o marcador aos 5 minutos, mas antes do intervalo Nelson Semedo empatou. Na etapa complementar, Maurício marcou o golo da vitória na sequência de um pontapé de canto.

No regresso ao Estádio dos Barreiros, Rui Vitória não apresentou grandes surpresas no onze titular do Benfica. André Almeida entrou para o lado esquerdo da defesa para colmatar as ausências de Grimaldo e Eliseu enquanto que na frente de ataque do Benfica Mitroglou regressou à titularidade.

Já do lado do Marítimo, o técnico dos insulares apostou também em duas alterações em relação ao último jogo com a entrada de Fábio China e Xavier para os lugares de Deyvison e Brito.

A jogar em casa, e motivado pelo apoio dos adeptos, o Marítimo apresentou-se com uma postura bem diferente daquela que levou a uma goleada na Luz para a Taça de Portugal. A pressão maritimista fez-se sentir logo a partir do apito inicial e aos 5 minutos, Ghazaryan aproveitou um 'deslize' de Luisão para fazer o golo inaugural. O remate do avançado arménio 'ressaltou' em Nélson Semedo e acabou por trair Ederson para o 1-0.

A vencer por 1-0, o Marítimo ganhou 'moral' para intensificar o assédio à área defensiva do Benfica, que teve na segurança de Ederson uma mais valia para impedir um resultado mais dilatado nos primeiros vinte minutos de jogo. A equipa de Rui Vitória sentia bastantes dificuldades para impor o seu jogo, e só já perto da meia hora conseguiu equilibrar um pouco a pressão do Marítimo para aos 27 minutos igualar o jogo em 1-1.

No segundo tempo, o Benfica entrou mais determinado e logo nos instantes iniciais um cruzamente de André Almeida encontrou a cabeça de Salvio que atirou com estrondo à trave de Gottardi. O bom arranque dos 'encarnados' prometia golos, mas a falta de eficácia dos jogadores do Benfica e as intervenções de Gottardi mantinham a baliza do Marítimo fora de perigo na etapa complementar. Rui Vitória lançou no jogo Rafa Silva aos 64 minutos e o reforço contratado ao SC Braga ia marcado um golo de cabeça aos 66 minutos. No entanto, uma intervenção de Gottardi negou o golo ao Benfica.

Apesar do sufoco dos 'visitantes', o Marítimo aproveitou todas as oportunidades que teve para subir no terreno, e num pontapé de canto acabou por chegar ao golo por intermédio de Maurício.

Com 20 minutos para jogar, Rui Vitória lançou em jogo Raul Jiménez e André Carrillo para tentar dar a volta ao resultado, mas a pressão intensa produzida pela equipa do Benfica esbarrou na consistência defensiva maritimista.

Apesar das investidas do Benfica, o Marítimo acabou por conseguir segurar a vantagem até ao apito final e desta forma impor a primeira derrota ao 'tricampeão' no campeonato nacional.

Com este resultado, o Benfica somou a primeira derrota no campeonato nacional e pode ver o Sporting aproximar-se da liderança caso vença no sábado o Vitória de Setúbal. Já o Marítimo ascendeu provisoriamente aos lugares europeus.

Conteúdo publicado por Sportinforma