Benfica

01-02-2017 11:45

Benfica com segundo maior saldo da história em mercados de inverno

Os 'encarnados' fizeram um encaixe de 45 milhões de euros e gastaram 3,4 milhões.
Gonçalo Guedes

A venda de Gonçalo Guedes rendeu 30 milhões ao Benfica.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Os dois encaixes multi-milionários com as vendas de Gonçalo Guedes e Hélder Costa permitiram ao Benfica terminar o mês de janeiro com o segundo maior saldo da história em mercados de inverno, face aos reduzidos gastos com compras de jogadores.

Os 'encarnados' encaixaram um total de 45 milhões de euros, 30 pela venda de Gonçalo Guedes ao PSG e 15 pela venda de Hélder Costa ao Wolverhampton. Em termos de gastos, pagaram três milhões de euros à Sampdoria por Pedro Pereira, cedendo também Djuricic a título definitivo ao clube italiano, e investiram 400 mil euros na compra de Pedro Nuno à Académica. O jogador foi entretanto emprestado ao Tondela.

O Benfica ficou assim com um saldo positivo de 41,6 milhões de euros, o segundo melhor registo de sempre em mercados de inverno. Apenas em 2013/14 o clube 'encarnado' fez melhor: encaixou 70 milhões de euros com as vendas de Rodrigo (30 milhões), André Gomes (15 milhões) e Matic (25), não gastando nada em reforços.

Conteúdo publicado por Sportinforma