Estoril

11-03-2017 16:30

Pedro Emanuel espera trazer serenidade e pontos

Treinador português falou pela primeira vez como técnico da equipa da Linha.
Pedro Emanuel
Foto: SAPO Desporto

Pedro Emanuel assumiu o comando técnico do Estoril

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Pedro Emanuel falou hoje pela primeira vez como treinador do Estoril-Praia, depois da demissão do espanhol Pedro Gómez Carmona, e vincou a necessidade de tranquilizar a equipa para a luta pela permanência na I Liga de futebol.

Em declarações prestadas na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Vitória de Guimarães, a contar para a 25ª jornada, o novo técnico estorilista garantiu que o atual 15.º lugar, com 20 pontos em 24 jornadas, não configura uma "situação assim tão complicada".

"É natural que [a mudança] tenha impacto nos jogadores, principalmente num plantel tão jovem. O plantel necessita de alguma serenidade. O passado não podemos alterar, o que podemos é trabalhar no presente e projetar o futuro, que tem a ver com esta serenidade e confiança", salientou o técnico, de 42 anos.

Por outro lado, o novo treinador do Estoril enalteceu a qualidade dos jogadores à sua disposição e a estabilidade do ‘clube da Linha', apesar de ser já o terceiro técnico desta temporada, na sequência das passagens do brasileiro Fabiano Soares e do espanhol Pedro Gómez Carmona.

"A minha decisão de vir para o Estoril neste momento da época foi porque vi condições para fazer aquilo de que mais gosto e desempenhar um bom trabalho. Por isso mesmo, o plantel que tenho à disposição, e com um clube bem organizado, que tem uma história recente bastante rica, dão a serenidade necessária para desenvolver um bom trabalho", frisou.

Sobre a estreia no terreno do Vitória de Guimarães, atual quinto classificado da prova, Pedro Emanuel assumiu a expetativa de um desafio complicado, mas lembrou que os vimaranenses até são mais temíveis a jogar longe do Estádio D. Afonso Henriques.

"É lógico que temos uma noção exata daquilo que é a qualidade do Vitória, principalmente jogando em casa. Mas isto é um fator que também pode jogar a nosso favor: a história também nos diz que o Vitória tem melhores desempenhos fora do que em casa e isso também é um alento para procurarmos o nosso jogo e os pontos para a nossa caminhada", afirmou.

Sublinhando a necessidade de equipa técnica e jogadores estarem "unidos" e "disponíveis" para este desafio, o técnico estorilista realçou a importância de elevar o rendimento coletivo.

"Queremos aperfeiçoar a qualidade coletiva para sermos mais fortes e podermos disputar pontos em qualquer campo", explicou, acrescentando: "Queremos somar pontos em todas as jornadas".

Com apenas três dias de trabalho junto dos jogadores, Pedro Emanuel referiu que os treinadores "não são milagreiros" e que, por isso, "as mudanças irão acontecer naturalmente" no Estoril.

"É um trabalho de continuidade que vamos tentar iniciar da melhor forma possível", concluiu.

O Estoril visita o Vitória de Guimarães este domingo, numa partida da 25.ª jornada da I Liga agendada para as 20:15, no Estádio D. Afonso Henriques, e com arbitragem de Tiago Martins (Associação de Futebol de Lisboa).

Conteúdo publicado por Sportinforma