Análise Benfica 4-0 Belenenses

14-03-2017 07:20

André Almeida deu o primeiro pontapé rumo à liderança

Benfica venceu o Belenenses num encontro em que a ‘lei’ do ‘quem não marca, sofre’ voltou a estar em destaque.
Benfica responde
Foto: SAPO Desporto

Benfica celebra um dos golos

Por José Rafael Lopes sapodesporto@sapo.pt

O Benfica venceu o Belenenses por 4-0 e está de volta ao primeiro lugar do Campeonato. No Estádio da Luz, a formação de Rui Vitória colocou-se na frente com um golo de André Almeida. Na segunda parte, Mitroglou, Salvio e Jonas fecharam as contas a favor dos ‘encarnados’. Com este resultado, o cube da Luz regressa ao primeiro lugar com mais um ponto do que o FC Porto.

O Jogo:

Sem a ausência de última hora, Nelson Semedo, Rui Vitória apostou em André Almeida para fazer render o camisola 50 no onze inicial. O jogador português não foi o único regresso às primeiras escolhas, uma vez que se fez acompanhar por Jonas. O brasileiro regressou à titularidade e jogou ao lado de Mitroglou.

As apostas de Rui Vitória acabaram por dar certo quando André Almeida disferiu o primeiro pontapé para o fundo da baliza de Cristiano. O defesa direito subiu no relvado e aproveitou da melhor forma a oferta de Miguel Rosa para carimbar o golo. (Veja aqui)

O que ao intervalo parecia um encontro equilibrado entre duas equipas históricas do futebol português mudou nos segundos 45 minutos. A equipa de Rui Vitória fez valer a máxima do “Quem não marca, sofre” e foi isso mesmo que aconteceu quando Miguel Rosa atirou ao poste de Ederson. Na sequência do remate do médio luso, Mitroglou acabou por fazer o 2-0 para a equipa das ‘águias’. (Veja aqui)

Desconcentração deu azo à goleada

A formação orientada por Quim Machado ficou combalida com a chegada do segundo golo do Benfica. Após o remate vitorioso do avançado grego, os homens do Restelo ficaram mais desconfortáveis no encontro. Em consequência dessa desconcentração, o Benfica partiu para a frente e assumiu controlo do encontro e do resultado.

Foi com alguma naturalidade que chegou o terceiro tento das ‘águias’. Depois de mais uma desconcentração aliada à passividade da defesa do Belenenses, Salvio recebeu, à vontade, o passe de Zivkovic e fez o 3-0 (Veja aqui). No final, quando já todos esperavam que o resultado estivesse feito, Jonas fez questão de marcar no seu regresso à titularidade ao faturar um golo de belo efeito em cima do minuto 90 (Veja aqui).

O Momento:

Segundo golo do Benfica:

O segundo tento dos ‘encarnados’ chegou na mehor altura possível. O golo do avançado grego, que surgiu momentos após Miguel Rosa atirar ao poste, tranquilizou a equipa e cortou pela raiz o melhor momento da equipa do Restelo. Foi a partir desse tento que nasceu a goleada.

Os melhores:

André Almeida:

Chamado à titularidade face à ausência de Nelson Semedo, o jogadore cumpriu todas as funções e mais algumas. A questão sobre se ele é o ‘bombeiro’ de serviço de Rui Vitória já não se coloca. É e é bom naquilo que faz.


Mitroglou:

Mais um jogo e mais um golo para o grego. Voltou a marcar um tento quando o Benfica mais precisa e foi fundamental na forma como a equipa adquiriu o controlo do jogo. Podia ter bisado, mas o árbitro viu que estava fora de jogo num lance na primeira parte.

Miguel Rosa:

Se havia alguém que queria aparecer no telejornal era Miguel Rosa. O extremo do Belenenses foi um dos mais esclarecidos da equipa de Quim Machado, mas acabou por não ter apoio suficiente para fazer a equipa andar para a frente. Teve o empate nos pés, mas o poste discordou.

Os piores:

Concentração do Belenenses após o segundo golo sofrido:

A equipa do Belenenses não se conseguiu impor perante o Benfica na Luz, mas mostrou-se uma equipa organizada. No entanto, o segundo dos ‘encarnados’ fez desmoronar todos esses pormenores interessantes demonstrados até então.

Os protagonistas:

Rui Vitória: “Tomara a muitas equipas terem um jogador como André Almeida

Quim Machado “ Vitória justa do Benfica, mas podíamos ter feito um golinho”

Salvio: “Grande partida depois de uma derrota”

Vítor Gomes: “Não viemos pôr o autocarro à frente da baliza”


Curiosidades:

7ª vitória consecutiva do Benfica frente ao Belenenses

Nos 4 últimos jogos entre as 2 equipas, o Benfica marcou 17 golos e não sofreu nenhum

Pelo 6.º jogo consecutivo em casa no campeonato, o Benfica marcou um mínimo de 3 golos

Sexta vitória seguida do Benfica para o Campeonato.

Belenenses volta a perder, depois de 6 jogos sempre a pontuar

Conteúdo publicado por Sportinforma