P. Ferreira 0-0 Benfica

18-03-2017 22:22

Águias escorregam em Paços e abrem caminho aos Dragões

Benfica deixou fugir a oportunidade de entrar no clássico em vantagem. Com o empate em Paços de Ferreira, os encarnados deixam a liderança à mercê do FC Porto.
O Benfica não conseguiu marcar um golo na Mata Real e perdeu dois pontos antes de receber o FC Porto
Foto: Francisco Leong

O Benfica não conseguiu marcar um golo na Mata Real e perdeu dois pontos antes de receber o FC Porto.

Por João Agre sapodesporto@sapo.pt

O Benfica e o Paços de Ferreira empataram, este sábado, no encontro referente à 26.ª jornada do campeonato português, que foi disputado no Estádio da Capital do Móvel. Com esta ‘escorregadela’, os encarnados têm agora a liderança em risco, uma vez que caso o FC Porto vença amanhã, no Estádio do Dragão, diante do Vitória passa a ser o novo líder da I Liga.

Uma das novidades no onze dos 'encarnados' foi o regresso à titularidade de Nelson Semedo e para a reedição da dupla Jonas-Mitroglou no ataque. No meio-campo, Rui Vitória continuou a apostar em Pizzi e Samaris.

Desde o apito inicial que o Benfica instalou-se no meio campo adversário, mas com o decorrer do relógio, o jogo foi ficando mais intenso a meio-campo.

A equipa comandada por Rui Vitória ia jogando bem, pressionando alto, perante um Paços com dificuldades para conseguir sair ao ataque, algo que, aos 24 minutos, conseguiu fazer, se bem que por breves instantes.

Aos 25 minutos surgiu a melhor oportunidade para o Benfica durante o primeiro tempo. Eliseu encheu o pé esquerdo, longe da área, e a bola bateu com estrondo no poste esquerdo da baliza do Paços.

Perto do intervalo, o Benfica foi perdendo fulgor, recolhendo aos balneários vendo um 0-0 no marcador, não sem antes se ter gerado uma confusão na bancada entre adeptos do Paços e do Benfica.

O Benfica voltou a entrar melhor no segundo tempo, mas até foi a equipa da casa que criou o primeiro momento de perigo, mas Ederson levou a melhor sobre Medeiros. O início da etapa complementar foi bem mais dividido, com o Benfica a não ter a mesma determinação da primeira parte.

Rui Vitória operou três substituições, fazendo sair Salvio, Zivkovic e Eliseu para os lugares de Rafa, Cervi e Jiménez, mostrando que o treinador do Benfica estava determinado a sair de Paços com os três pontos, algo que acabou por não acontecer.

Com este resultado, o Benfica coloca a liderança nas mãos do FC Porto, que entra em ação este domingo, contra o Vitória de Setúbal, no Estádio do Dragão. Os encarnados têm agora 64 pontos, enquanto os Dragões contam com 62.

Conteúdo publicado por Sportinforma