Marítimo

19-03-2017 19:17

Daniel Ramos promete 'marisco' aos jogadores caso cheguem aos 50 pontos

Marítimo vira resultado com Arouca e pressiona Vitória de Guimarães.
Daniel Ramos
Foto: © 2017 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Marítimo vira resultado com Arouca e pressiona Vitória de Guimarães.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O Marítimo venceu hoje o Arouca por 3-1, em jogo da 26.ª jornada da I Liga de futebol o qual esteve a perder, vitória que permite aos insulares pressionarem o Vitória de Guimarães, quinto.

Um golo de Sami, aos 20 minutos, colocou os visitantes em vantagem, mas os insulares chegaram ao intervalo já empatados, com um golo de Zainadine, aos 41 minutos, tendo na segunda parte consumado a reviravolta com golos de Keita, aos 62, e de Fransérgio, aos 73.

No final do jogo, o treinador do Marítimo, Daniel Ramos, analisou o importante triunfo dos insulares e destacou a reviravolta no marcador.

"Pela primeira vez, conseguimos uma viragem no resultado e soube muito bem, por várias razões. Primeiro, porque quando estamos a perder em casa, paira o cenário de que ‘é hoje que vamos perder em casa'", começou por dizer Daniel Ramos em declarações após o apito final.

"A equipa deu uma mostra de força muito grande, de querer, grande determinação em todo o jogo. Acho que entrámos muito bem. Foi injusto e penalizador o golo sofrido, estávamos por cima do jogo. Não perdemos o rumo nem a nossa organização. Continuámos a trabalhar e fizemos um grande golo, o golo do empate, que foi extremamente importante para não mexer na equipa. O golo veio dizer-nos que só precisávamos de continuar e a continuidade aconteceu na segunda parte", acrescentou o técnico do Marítimo.

"O 2-1 e o 3-1 vieram dar-nos a viragem gratificante do resultado, ainda por cima, em casa, perante a nossa massa associativa, com muita gente, com o sentimento de contentamento porque fizemos um grande jogo", disse ainda Daniel Ramos.

Com esta vitória, o Marítimo reforça o sexto lugar, agora com 40 pontos, menos um do que o Vitória de Guimarães, quinto, e mais cinco do que o Rio Ave, sétimo, formações que se defrontam ainda hoje, em Guimarães. O Arouca é para já 14.º com 27.

Cimentado o sexto lugar, o Marítimo aspira agora a outros objetivos, e Daniel Ramos já prometeu, em jeito de brincadeira, uma mariscada aos jogadores caso consigam somar um total de 50 pontos esta época.

"[O sexto lugar está] mais consolidado neste momento. Vamos ver o que acontece nos outros campos. O importante acaba por ser dar relevo aos 40 pontos que atingimos agora. Em jeito de brincadeira, disse aos jogadores antes do jogo que, se ganhássemos e chegássemos aos 40 pontos, pagava os leitões. Se calhar, aos 50 [pontos], vou pagar o marisco. Temos a ambição de querer continuar a trabalhar muito, procurar somar pontos, ver se o sexto lugar é possível e procurar, de forma humilde, o melhor resultado em cada jogo", afirmou Daniel Ramos.

Conteúdo publicado por Sportinforma