Primeira Liga

21-03-2017 00:32

Couceiro: "Tenho muita pena de ter perdido o André Geraldes e o Gauld"

Treinador do V. Setúbal esteve na Gala Quinas de Ouro onde falou sobre o empate com o FC Porto e o resgate de André Geraldes e Ryan Gauld por parte do Sporting.
José Couceiro
Foto: JOSÉ COELHO/LUSA

José Couceiro

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Um dia depois do empate do Vitória de Setúbal no Dragão, José Couceiro, treinador dos sadinos, negou que a sua equipa tivesse feito antijogo no duelo com o FC Porto.

"Não tivemos uma atitude demasiado defensiva. Ao intervalo pedi à equipa para alongar mais o jogo e ir à procura do golo. Na primeira substituição troco um médio por um ponta de lança, na segunda sou obrigado a trocar um defesa pela lesão do Vasco Fernandes, e na terceira troco um avançado por um avançado. Não vejo aqui nenhuma atitude defensiva (...) Isto faz parte do jogo. Não foi caso único", disse o técnico, que marcou presença na Gala Quinas de Ouro, esta segunda-feira.

O treinador dos sadinos lamentou ainda as saídas de André Geraldes e Ryan Gauld, jogadores que foram resgatados pelo Sporting na janela de inverno, falando também sobre as chegadas de Luís Felipe e João Carvalho, precisamente o autor do golo do empate no Dragão.

"O Luís Felipe ainda não está em condições, estava há muito tempo sem jogar, não o ganhámos mas vamos ter um Luís Felipe com condições de ajudar a equipa no futuro. O João já vinha mais rodado, mas sem desprimor por ninguém, tenho muita pena de ter perdido o André Geraldes e o Gauld, porque tínhamos trabalhado com eles desde o início, são uns miúdos fantásticos, ajudaram-nos, e gostaríamos muito que tivessem feito a época para progredir no Vitória de Setúbal. Não há nenhuma satisfação nesta situação, muito pelo contrário, a mim deixa-me um amargo de boca as coisas terem acontecido desta forma", finalizou.

Veja o vídeo!

Conteúdo publicado por Sportinforma