Benfica

28-03-2017 08:02

Luís Bernardo: "Provocados? Vinham com fumos azuis antes de chegarem à Luz"

Benfica exige um esclarecimento à FPF sobre a situação com as 'claques ultra' de apoio à Seleção Nacional.
Segunda Circular
Foto: PAULO CARRICO

Benfica exige um esclarecimento à FPF sobre a situação com as 'claques ultra' de apoio à Seleção Nacional.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O diretor de comunicação do Benfica, Luís Bernardo, reagiu na passada segunda-feira às acusações de Fernando Madureira para refutar o cenário apresentado pelo líder dos Super Dragões de que os adeptos 'ultra' de Portugal tinham sido provocados na chegada à Luz para o jogo com a Hungria, e que teria sido essa a razão para que tivessem sido entoados cânticos contra o clube encarnado-

"É inadmissível virem a um estádio trazer as pessoas do clube para dentro da Seleção com insultos neste caso aos benfiquistas", começou por dizer Luís Bernardo em entrevista à TSF.

"Não vale a pena virem dizer que foram provocados. Basta ver as imagens, vinham com fumos azuis muito antes de chegarem ao estádio. As cores de Portugal são verde e vermelho , não é azul", acrescentou ainda Luís Bernardo.

Apesar da polémica com os 'adeptos ultra', o diretor de comunicação do Benfica assumiu que o Estádio da Luz estará sempre aberto à Seleção Nacional.

"O Estádio da Luz vai estar sempre com as portas abertas para a Seleção e não será uma pequena claque provocadora, com elementos que já são reconhecidos pelo tipo de atitudes que costumam tomar, que vai pôr isso em causa", frisou Luís Bernardo.

Conteúdo publicado por Sportinforma