Sporting

29-03-2017 22:53

Bruno de Carvalho: "Futebol português continua mal organizado e a permitir pressões"

Esta foi a primeira entrevista de Bruno de Carvalho desde que foi reeleito para a presidência do Sporting e um dia depois de ter sido castigado pelo Conselho de Disciplina.
Soccer friendly - Sporting vs Olympique Lyon
Foto: Lusa

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Durante a entrevista à TVI24, Bruno de Carvalho falou do estado atual do futebol português e porque é que o Sporting não tem conseguido alcançar os seus objetivos nos últimos anos.

"O principal adversário do Sporting durante muitos anos foi, infelizmente, ele próprio. Fomos permitindo que os outros crescessem e de facto, comparativamente, o Sporting começava a ficar a uma distância perigosamente fatal. Eles sabiam-no. Éramos os simpáticos, os queridos”, referiu, esta quarta-feira, o líder dos Leões.

“É engraçado que o Sporting está a 10 pontos do 1º lugar, mas eu por ser presidente do Sporting continuo a ser um alvo a abater. Neste momento, o pior inimigo do Sporting é a falta de organização do futebol português, algum medo de fazer transformações. Tenho ido muito à Assembleia da República falar com o governo sobre várias alterações que devem ser feitas, sem medo. Esta época não correu como queríamos, mas evoluímos e não podemos sair dali”, acrescentou.

“Os sportinguistas sabem que a realidade é difícil, que não é o que pensavam, que temos de jogar dentro de campo muito mais do que as outras equipas todas, devido a vários fatores. O futebol português continua mal organizado e a permitir pressões”, rematou.

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, foi suspenso pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de futebol por 113 dias, enquanto o diretor-geral ‘leonino’, Octávio Machado, foi punido com 75.

O castigo do Bruno de Carvalho está relacionado com uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015 e que o CD apenas agora decidiu, por unanimidade, considerando que Bruno de Carvalho cometeu três infrações de lesão de honra e reputação, enquanto Octávio Machado o fez em duas ocasiões.

Recorde-se que a acusação contra a Sporting, SAD foi considerada prescrita.

Conteúdo publicado por Sportinforma