Benfica - FC Porto

30-03-2017 11:55

Arriscar tudo no ataque ou ficar na expetativa. Eduardo Luís e Rui Águas dão a receita

O SAPO Desporto falou com dois antigos jogadores de FC Porto e Benfica sobre a abordagem que as duas equipas devem ter para o clássico do próximo sábado.
Otávio em ação no 'clássico' frente a Pizzi
Foto: Estela Silva

Otávio em ação no 'clássico' frente a Pizzi.

Por André Delgado sapodesporto@sapo.pt

Clássico que é clássico quer-se decisivo nas contas para o título. Na temporada passada foi assim. Com a vitória em Alvalade, o Benfica 'roubou' o primeiro lugar ao Sporting e embalou para o título. Dada a importância do encontro tanto Nuno Espírito Santo como Rui Vitória podem muito bem utilizar a máxima 'cautelas e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém'. O SAPO Desporto falou com Eduardo Luís e Rui Águias, antigos jogadores de FC Porto e Benfica, sobre a forma como os rivais devem abordar a partida que pode ser decisiva para a atribuição do campeonato.

O ex-defesa considera que os dois treinadores vão jogar ao ataque e diz mesmo que o empate não serve os interesse de ninguém.

"Os treinadores das duas equipas neste caso vão jogar para ganhar. Podem acontecer os três resultados, o que é a coisa mais normal do mundo. O FC Porto não pode jogar para o empate. E o Benfica se se quer afastar do FC Porto tem que ganhar também para conseguir manter uma maior distância pontual. Nenhum treinador vai incutir nos jogadores um sentimento de empate", afirmou.

Já Rui Águas acredita que o Benfica pelo facto de jogar em casa "vai arriscar mais" de forma a reforçar a primeira posição no campeonato. Em relação à abordagem do FC Porto para o clássico, o antigo dianteiro relembra que os encarnados ainda vão jogar com o Sporting e que por isso Nuno Espírito Santo pode optar por fazer outro tipo de gestão, apostando em apenas um avançado. O ex-dianteiro prevê assim um "jogo táctico".

"Sabemos que qualquer erro, desatenção nestes jogos, pode significar uma derrota. O Benfica, jogando em casa e tendo a possibilidade de consolidar a sua posição, deverá arriscar mais, justifica-se essa aposta. Para o FC Porto, acho mais pacífico que haja essa cautela a mais, essa gestão, porque mesmo estando atrás, é só por um ponto e o Benfica ainda tem um duelo com o Sporting, que nunca se pode prever, dada a dificuldade destes tipos de jogos. Antevejo um jogo controlado, tático, com alguma ambição a mais por parte do Benfica. Do FC Porto até espero a troca dois avançados para um só, parece-me mais viável", comentou.

Benfica e FC Porto medem forças no próximo sábado no estádio da Luz. O encontro tem início às 20h30.

Conteúdo publicado por Sportinforma