Benfica - FC Porto

30-03-2017 09:45

Jaime Magalhães: "Não estou a ver o Nuno ir de 'peito feito' à Luz"

Para o antigo jogador do FC Porto, o empate na Luz é um bom resultado. Jaime Magalhães fez a antevisão da partida ao SAPO Desporto.
Jaime Magalhães
Foto: Guilherme Venâncio / LUSA

Jaime Magalhães em ação pelo FC Porto

Por André Delgado sapodesporto@sapo.pt

Jaime Magalhaes, antigo jogador do FC Porto, considera que Nuno Espírito Santo vai optar por reforçar o meio campo da equipa no clássico de forma a conferir mais robustez à equipa na zona intermédia, retirando André Silva da frente de ataque.

O ex-centrocampista deu a receita para o treinador dos azuis-e-brancos conseguir anular o miolo do Benfica e espera mesmo uma mudança no esquema tático.

"Espero que o Nuno consiga meter um meio campo muito forte e que não dê muito espaço para eles construirem jogadas de ataque. Se o FC Porto conseguir ganhar o meio campo pode trazer um bom resultado", começou por dizer em declarações ao SAPO Desporto.

"Vamos ver se o Nuno consegue prescindir de um ponta-de-lança, jogando só com o Soares e tirando o André e sendo assim jogará com um 4-4-3, porque também não estou a ver o Nuno a ir de peito feito para o estádio da luz, pois está sujeito a sofrer golos muito cedo", prosseguiu.

Sobre o caráter decisivo do encontro no estádio da Luz, o antigo médio alerta que um clássico é sempre um jogo de "tripla", no entanto, admite que o Benfica é favorito por jogar em casa.

"Estes jogos serão sempre de 'tripla'. Tanto o FC Porto como o Benfica têm condições para vencerem o jogo, apesar do Benfica ser favorito por jogar em casa. Por aquilo que temos assistido, as duas equipas têm algumas dificiências. De qualquer forma espero que tudo corra bem, dentro e fora das quatro linhas", afirmou.

Como tradicionalmente é da praxe nos jogos entre grandes, quem se coloca primeiro na frente do marcador, mais possibilidades tem de vencer. Jaime Pacheco concorda com essa ideia e considera que o Benfica pode tremer se se vir em desvantagem.

"Se o Porto marcar um golo, o Benfica vai ficar automaticamente nervoso por jogar em casa sofrendo um golo e se assim for o FC Porto pode vencer o jogo na Luz".

Separados por um ponto na tabela, e com o Benfica a ter ainda que se deslocar a Alvalade, o risco dos dois treinadores para o clássico pode ser mínimo. O antigo jogador do FC Porto reconhece que a deslocação à Luz é sempre difícil, ainda assim, acredita que a equipa de Rui Vitória 'não se vai expor muito no ataque' também pelo facto de liderar o campeonato.

"O Benfica porque vai à frente certamente não se vai expor muito no ataque e vai fazer os seus contata-ataques e joga em casa.

Sobre se os empates de dragões e águias na última jornada vão condicionar o desempenhi das duas equipass, o ex-médio acredita que "o que passou passou" e diz mesmo que o empate na Luz é um bom resultado.

"O importante é o proximo jogo. O FC Porto terá que ganhar, o empate também não é mau. Ganhar na Luz é extremamente difícil. Se conquistarmos o empate também não é mau, porque o Benfica também uma deslocação difícil até Alvalade e o Sporting tentará certamente ganhar ese jogo. Até ao final do campeonato vamos ter uma corrida muito renhida entre as duas equipas", finalizou.

Conteúdo publicado por Sportinforma