Nacional

30-03-2017 17:49

João de Deus: "Vamos ter um Nacional com ambição de ganhar o jogo"

Treinador promete Nacional "com ambição de ganhar" ao Vitória de Guimarães.
Dispensados de Jesus ficam com Deus

João de Deus, treinador do Nacional

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Nacional, João de Deus, prometeu “ambição de ganhar”, na receção ao Vitória de Guimarães, na sexta-feira, em jogo da 27.ª jornada da I Liga de futebol, que marca a sua estreia nos madeirenses.

"Vamos ter um Nacional com ambição de ganhar o jogo, vamos querer vencer e vamos entrar com essa ambição. Creio que já teremos um Nacional com algumas ideias daquilo que eu quero implementar, embora admita que haverá alguns momentos no jogo em que isso pode não acontecer”, afirmou o técnico, na conferência de imprensa de antevisão do encontro.

João de Deus sucedeu há oito dias ao sérvio Pedrag Jokanovic no comando técnico dos insulares, que ocupam o 18.º e último lugar, com 17 pontos, a quatro da primeira equipa a salvo da despromoção, assegurando ambição para subir na classificação.

“Teremos um Nacional já com as minhas ideias, porque o que está para trás, para trás ficou, e tenho de dar um cunho pessoal para tirar a equipa da situação em que se encontra na tabela", afirmou.

O técnico disse ter encontrado "um plantel emocionalmente forte, que trabalhou bem e assimilou novos conteúdos", apesar de ter feito algumas ressalvas.

"Será preciso mudar algumas coisas, outras há que manter, porque se trata de uma dinâmica diferente, é natural que assim seja. Face às mudanças, é natural que os jogadores tenham mostraram serviço, porque entrou uma nova equipa técnica, mas isso é também normal no futebol", reconheceu.

Não sendo o Vitória de Guimarães o adversário ideal para a sua estreia no comando técnico dos ‘alvinegros', João de Deus evocou um ensinamento: "O futebol ensinou-me que nas ligas profissionais, não há adversários fáceis. É o Guimarães, depois será outro, adversário, mas desta feita são eles que temos que defrontar e ponto final",

"O Vitória de Guimarães tem quatro jogadores com grande dinâmica na frente, é uma equipa que defende bem, com seis jogadores, para ter os tais quatro jogadores sempre prontos para a transição, na hora de atacar. Por isso, preparei uma equipa para tentar aproveitar os pontos fracos do adversário e tentar mascarar algumas das nossas insuficiências", concluiu.

O Nacional, lanterna-vermelha com 17 pontos, recebe o Vitória de Guimarães, quinto com 44, na sexta-feira, a partir das 21:00, num encontro que vai ser arbitrado por Rui Costa, da associação do Porto.

Conteúdo publicado por Sportinforma