Paços de Ferreira

30-03-2017 14:10

Vasco Seabra aponta à meta dos 30 pontos frente ao Chaves

Treinador do Paços de Ferreira só pensa na vitória frente ao Desportivo de Chaves, "um adversário fortíssimo".
Vasco Seabra
Foto: Lusa

Vasco Seabra, treinador do Paços de Ferreira

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Paços de Ferreira, Vasco Seabra, disse esta quinta-feira querer alcançar 30 pontos diante do Desportivo de Chaves, "um adversário fortíssimo", argumentando que isso representa vencer o jogo da 27.ª jornada da I Liga de futebol.

Na conferência de antevisão ao encontro de sexta-feira, o técnico pacense desdobrou-se em elogios aos flavienses, mas reiterou o desejo de discutir o resultado em Chaves, esperançado em poder alcançar no imediato a pontuação mínima apontada à permanência.

"Queremos atingir os 30 pontos nesta jornada, pois isso equivale à nossa vitória no jogo", disse Vasco Seabra, para quem o Paços hoje está "mais estável com bola", aprendeu a "serenar o jogo com mais critério" e ganhou "solidez defensiva".

Os argumentos invocados pelo técnico pacense reforçam o desejo maior de discutir o resultado em qualquer jogo, o que, em sua opinião, "infelizmente, só não aconteceu com o Rio Ave", em Vila do Conde (0-0), em que terá faltado "algum critério" na saída de bola.

A confiança de Vasco Seabra é proporcional ao respeito pelo Chaves, que rotulou como "um adversário fortíssimo".

"Vamos encontrar um adversário que em casa perde poucos pontos e não consente muitos golos, e tem feito um campeonato e um percurso muito interessante. As ideias de jogo do treinador estão cada vez mais consistentes, mas temos de ser nós a contrariar essa força", sublinhou.

Os flavienses têm a permanência assegurada na I Liga, campeonato em que são uma das revelações, e na terça-feira vão discutir a presença na final da Taça de Portugal diante do Vitória de Guimarães (derrota por 2-0, na primeira mão, em Guimarães), mas Vasco Seabra disse não acreditar em facilidades.

"Acredito que, numa ou noutra situação, (o jogo da Taça) pode influenciar, mas os plantéis são construídos para dar soluções. O adversário é forte, está tranquilo e sereno e não será por aí que as coisas vão ser mais facilitadas", concluiu.

Paços de Ferreira (14.º classificado, com 27 pontos) e Desportivo de Chaves (oitavo, com 34) defrontam-se no Estádio Municipal Engenheiro Manuel Branco Teixeira, em Chaves, a partir das 19:00 de sexta-feira, no jogo de abertura da 27.ª jornada.

Conteúdo publicado por Sportinforma