Estoril-Praia

31-03-2017 14:55

Pedro Emanuel: "Jogo com o Tondela é o nosso Benfica-FC Porto"

Técnico confessou que a paragem de 15 dias para os compromissos das seleções foi "bastante importante" para a equipa evoluir.
Pedro Emanuel reage durante o jogo entre Estoril-Praia e Boavista
Foto: Mário Cruz

Técnico confessou que a paragem de 15 dias para os compromissos das seleções foi "bastante importante" para a equipa evoluir.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Estoril-Praia, Pedro Emanuel, comparou hoje a visita ao Tondela, da 27ª jornada da I Liga de futebol, ao Benfica-FC Porto na decisão pela luta pelo título e que se realiza também este sábado.

Na conferência de imprensa de antevisão do encontro, o técnico estorilista rotulou o encontro com os beirões como "importante, mas não decisivo", antecipando um "jogo disputado entre duas equipas que querem somar pontos", uma vez que o Estoril-Praia é 15.º classificado, com 22 pontos, enquanto o Tondela está em risco de descida no 17.º posto, com 17.

"O nosso foco é o jogo de amanhã [sábado], será o nosso Benfica-FC Porto. A dimensão é exatamente essa. Não é decisivo, mas é importante para o que queremos fazer até final. Os jogadores têm essa consciência, sabem o que têm a fazer e vamos focar-nos no nosso desempenho coletivo", declarou, em alusão ao mediático ‘clássico' de sábado.

O cenário de poder criar um fosso alargado para um adversário direto na luta pela permanência na I Liga foi reconhecido por Pedro Emanuel, que atirou mesmo a "maior responsabilidade" do desafio para a equipa orientada por Pepa.

"Temos a perfeita consciência de que estamos distanciados de cinco pontos para o adversário que vem abaixo e cinco para o adversário que está acima. Isso é um alento para nós. É um adversário direto, sim, e com maior responsabilidade neste jogo, por estar atrás e por saber que se não ganhar ficará em desvantagem", frisou.

Com um apelo "à qualidade e à determinação" dos jogadores na visita a Tondela, o treinador do Estoril-Praia reiterou que estes têm a necessidade de encarar este adversário como se fosse um ‘grande': "É tão simples como olhar para a tabela e vermos o Tondela ao nosso lado. Os jogadores têm demonstrado a noção do que é a nossa realidade e o nosso trabalho foca-se nisso."

Paralelamente, o técnico relativizou a proximidade do embate com o Benfica, para a segunda mão da meia-final da Taça de Portugal, na próxima quarta-feira.

"A nossa principal prioridade é o campeonato. Mantemos um sonho, mas isso será abordado no domingo. Neste momento vamos para o nosso Benfica-FC Porto", resumiu.

Pedro Emanuel confessou ainda que a paragem de 15 dias para os compromissos das seleções foi "bastante importante" para a equipa evoluir, aperfeiçoar as suas ideias e os seus princípios de jogo, demonstrando ainda esperança de poder contar já com alguns elementos que têm sido afetados por problemas físicos, nomeadamente Licá e André Claro.

"É o futebol. Não podemos controlar estes aspetos. Todos têm estado disponíveis e com uma vontade enorme de contribuir para atingir os três pontos. Continuamos a trabalhar porque todos somos poucos para atingir o objetivo principal", rematou.

O Estoril-Praia visita o Tondela, no sábado, às 16:00, num jogo marcado para o Estádio João Cardoso, com arbitragem de Manuel Mota, da associação de Braga.

Conteúdo publicado por Sportinforma