SC Braga

01-04-2017 14:19

Jorge Simão: "Sinto o meu lugar em risco quando assino o contrato"

SC Braga está pressionado a vencer o Marítimo depois do triunfo do Vitória SC sobre o Nacional da Madeira.
SC Braga está pressionado a vencer o Marítimo depois do triunfo do Vitória SC sobre o Nacional da Madeira.

SC Braga está pressionado a vencer o Marítimo depois do triunfo do Vitória SC sobre o Nacional da Madeira.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Sporting de Braga, Jorge Simão, desvalorizou hoje as recentes palavras do presidente, António Salvador, que não garantiu a sua continuidade na próxima época.

Há pouco mais de uma semana, questionado sobre a continuidade de Jorge Simão, que tem mais uma época de contrato, António Salvador respondeu que o técnico seria o treinador "na próxima jornada e depois na seguinte".

"Entendo isso com perfeita normalidade. Nós, treinadores, jogadores e dirigentes, vivemos num meio que vive de resultados. O primeiro momento em que sinto o meu lugar em risco é quando assino o contrato. Se não é uma mensagem de apoio? É uma declaração ambiciosa de quem quer levar o Braga para outro patamar e quer junto com ele pessoas que lhe assegurem que essa ambição seja correspondida", disse.

O Vitória de Guimarães venceu na sexta-feira o Nacional (2-1) e passou para a quarta posição (com mais um jogo), mas Jorge Simão considera que o foco do Sporting de Braga está apenas nos seus jogos.

"A equipa está bem, esta paragem permitiu trabalhar com mais tranquilidade, tivemos mais dias para nos fazermos crescer enquanto equipa, estamos tranquilos e focados no jogo de amanhã [domingo]. O nosso foco é absolutamente esse jogo", garantiu.

O Marítimo, adversário de domingo, tem o pior ataque da Liga nos jogos fora (cinco golos), mas Jorge Simão desvalorizou esse facto.

"Não acho que seja um bom tónico para amanhã [domingo]. O Marítimo começou muito mal o campeonato, com a mudança de treinador conseguiu estabilizar e galvanizar-se, subiu vários lugares na tabela e assumiu claramente a luta pela Europa e é uma equipa que está a fazer um bom percurso", elogiou.

Sobre ser um treinador ‘resultadista’, como já chegou a definir-se, perguntou: "mas qual dos treinadores não o é? Qual prefere que a sua equipa tenha uma boa exibição e não ganhe?".

"O primeiro objetivo é conquistar vitórias porque só dessa forma sobrevivemos neste meio. Como é que se conquistam vitórias é a questão seguinte. Um treinador tem que ter a versatilidade de se adaptar ao contexto. Nunca me ouviram dizer que quero jogar mal, mas quero é ganhar jogos e definir o caminho mais eficiente para isso", disse.

A imprensa de hoje dá conta do interesse dos minhotos no defesa esquerdo senegalês Racine Coly, que alinha no Brescia, da série B italiana.

Jorge Simão disse conhecer o jogador, mas frisou que notícias como essas "vão sair muitas".

Sporting de Braga, quinto classificado, com 46 pontos, e Marítimo, sexto, com 40, defrontam-se às 20:15 de domingo, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado por Tiago Martins, da Associação de Futebol de Lisboa.

Conteúdo publicado por Sportinforma