Sporting

03-04-2017 20:46

BdC promete Gelson Dala na 1.ª equipa mas não agora: "Seria cedo demais lançá-lo"

O presidente do Sporting falava aos jornalistas na capital angolana, onde chegou hoje com o avançado angolano contratado no final de 2016 ao 1.º de Agosto.
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting
Foto: DR

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O internacional Gelson Dala, considerado a maior promessa do futebol angolano, só deverá chegar à equipa principal do Sporting na próxima época, para evitar precipitações na adaptação ao futebol europeu, disse hoje em Luanda Bruno de Carvalho.

O presidente do Sporting falava aos jornalistas na capital angolana, onde chegou hoje com o avançado angolano contratado no final de 2016 ao 1.º de Agosto. Ambos inauguram na terça-feira a primeira academia do clube português naquele país.

Poucas horas antes de embarcar para Luanda, Gelson foi notícia por marcar o seu primeiro 'poker' - quatro golos na mesma partida - ao serviço do Sporting B, no jogo frente ao Olhanense (vitória por 5-1), a contar para a 34.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol.

Contudo, e perante a euforia em Angola com o sucesso da jovem promessa, o presidente do Sporting afastou uma eventual chamada à equipa principal ainda esta época.

"Seria cedo demais lançá-lo. Nós queremos que ele vingue e não que nos precipitemos com ele. Eu tenho a certeza absoluta de que ele vai acabar por chegar lá, pelo talento e sobretudo pelo que tenho visto como pessoa", disse Bruno de Carvalho.

Garantiu que o avançado angolano vai continuar no clube na próxima temporada, devendo então ser promovido à equipa principal.

"Neste momento é aquilo que nós estamos a idealizar. Pode de facto acontecer", admitiu, questionado sobre a hipótese de o jovem avançado ser promovido à equipa principal na época 2017/2018.

"Está a ser forte em termos de cabeça, de maturidade, mas tem de se habituar àquilo que é o futebol europeu e a realidade do Sporting", acrescentou Bruno de Carvalho.

A contratação pelo Sporting de Gelson Dala, que em 2016 foi o melhor jogador e melhor marcador do 'Girabola' (campeonato angolano), e do colega de equipa Ary Papel já resultaram do acordo de parceria que o clube de Lisboa assinou com o 1.º de Agosto, de Luanda, replicado entretanto com o Recreativo da Caála, do Huambo.

Estes acordos permitiram a deslocação de treinadores e outros profissionais do Sporting a Angola, para colaboração. Um projeto em África que a partir de terça-feira será alargado com a oficialização da primeira academia de futebol em Angola do Sporting Clube de Portugal, a funcionar no complexo desportivo Norberto de Castro, nos arredores de Luanda, com capacidade para 500 a 600 crianças a treinar em simultâneo.

Para o presidente 'leonino', esta academia vai permitir "implementar 'in loco'" as metodologias do clube e com isso "aproveitar o talento natural" angolano no futebol.

"Aquilo que nós queremos é expandir estas academias, de preferência a todas as províncias angolanas, porque o talento está aí. Temos feito com calma, mas acho que temos feito muito bem", afirmou Bruno de Carvalho, sobre o projeto do Sporting em Angola.

"Sabemos que podemos ajudar, cada vez mais, Angola a desenvolver o seu futebol e os seus atletas e com isso também usufruir porque talento é que não falta", concluiu.

Conteúdo publicado por Sportinforma