FC Porto

05-04-2017 09:39

'Dragões' sobre puxão de Maxi: "Samaris já nem devia estar em campo"

Diretor de comunicação do FC Porto reagiu às queixas do Benfica, alegando que o médio grego deveria ter sido expulso antes do lance do golo do uruguaio.
Benfica - FC Porto
Foto: LUSA

Soares e Samaris em ação no clássico

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, respondeu às queixas do Benfica sobre a arbitragem de Carlos Xistra no clássico com os ‘dragões’, nomeadamente sobre o puxão de Maxi Pereira a Samaris no lance do golo do uruguaio, que restabeleceu a igualdade na Luz.

O diretor de comunicação do FC Porto considera que o lance nunca poderia ter acontecido uma vez que "Samaris já nem devia estar em campo”.

"Este é um lance muito relevante para o jogo, porque o Samaris foi poupado à expulsão. E a tal queixa do Benfica sobre o Maxi, no lance do golo, por um suposto agarrão ao Samaris, portanto ele já nem devia estar em campo", disse.

Francisco J. Marques frisou ainda "25 minutos que o FC Porto passou na segunda parte sem qualquer falta assinalada a seu favor", salientando que Pizzi voltou a não ver o cartão amarelo.

"Isto não é nada pessoal contra o jogador Pizzi. Mas é certo que ele, o jogador mais faltoso do clássico com cinco faltas, fez pelo menos duas para amarelo", afirmou.
Recorde-se que o clássico de sábado entre Benfica e FC Porto terminou empatado a uma bola.

Conteúdo publicado por Sportinforma