Agressão/Canelas

05-04-2017 11:25

Jogos do Canelas não vão ter árbitros disponíveis

Presidente da APAF anunciou medida depois de uma reunião entre o organismo e a Associação de Futebol do Porto.
Fernando Madureira, capitão do Canelas 2010
Foto: DR

Fernando Madureira é o capitão do Canelas

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Numa altura em que a violência aos árbitros tem sido uma constante, surge mais uma medida por parte da arbitragem portugesa. A Associação Portuguesa dos Árbitros de Futebol (APAF) anunciou que os jogos da equipa do Canelas não vão ter mais árbitros disponíveis.

Segundo avança o jornal Record, a declaração terá sido feita por Luciano Gonçalves, depois de uma reunião entre a APAF e a Associação de Futebol (AF) do Porto.

"A partir deste momento não há árbitros disponíveis para os jogos da equipa sénior do Canelas", revelou o líder do organismo português de arbitragem, referindo que "não têm informação de árbitros disponíveis para os desafios da equipa".

Esta decisão passa por uma dispensa e não um boicote aos jogos da equipa de Vila Nova de Gaia.

"Transmitimos ao Conselho de Arbitragem da Associação e ao presidente da própria Associação a indisponibilidade dos árbitros para dirigir os jogos do Canelas até a APAF e seus órgãos reunirem as condições indicadas ou que sejam tomadas medidas para que esta dispensa seja, então, revogada", afirmou Luciano Gonçalves à imprensa citado pelo jornal Record.

Em causa estarão a reunião de "todas as condições mínimas para que os árbitros possam desempenhar as suas funções sem estarem preocupados com possíveis barbaridades como a do passado domingo", referiu.

A medida não tem um período de duração definido, mas o presidente da APAF vai esperar pela decisão a ser tomada pelo Conselho de Disciplina da associação portuense. "Queremos perceber o que é que o CD irá fazer tendo em conta o que se passou no último jogo e nos últimos jogos do Canelas. Depois de reunidas as condições, voltaremos a falar", referiu.

A reunião na sede da AF Porto juntou Luciano Gonçalves com os representantes dos três núcleos de árbitros da AF Porto, s responsáveis do Conselho de Arbitragem local e o presidente da AF Porto, Lourenço Pinto.

Recorde-se de que, no passado domingo, o jogo entre o Canelas e o Rio Tinto terminou aos dois minutos do encontro, depois de Marco Gonçalves, avançado da equipa de Canelas, ter agredido o árbitro da partida, José Rodrigues.

Conteúdo publicado por Sportinforma