Primeira Liga

06-04-2017 19:06

Beto: "O meu filho chorou muito quando soube que eu vinha para o Sporting"

Guarda-redes português refere que a distância foi um problema muito grande na sua carreira e que está a cumprir um sonho ao serviço dos 'leões'.
Beto
Foto: DR

Beto, guarda-redes do Sporting

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Um sonho tornado realidade. É desta forma que Beto, guarda-redes do Sporting, classifica a temporada que está a passar ao serviço do clube de Alvalade. O guardião português deu uma entrevista à Sporting TV, onde revelou a intenção que tinha desde sempre de vestir de 'verde e branco'.

"Não pensei duas vezes quando soube do convite do Sporting. Perguntei quando é que tinha de lá estar. Sempre foi um sonho regressar e foi uma alegria enorme, para mim, realizar o sonho de representar equipa num jogo oficial. Tinha prometido a pessoa muito importante na minha vida que o iria conseguir. Só por isso, já valeu a pena. Fiz uma carreira atribulada, mas feliz", referiu o jogador, que passou por Cluj, Sevilha, Leixões e FC Porto, mas que não pensa já no final da carreira.

"Terminar com camisola do Sporting? Porque não? Mas não estabeleço limites. Posso jogar mais quatro ou sete anos. Quem trabalha comigo sabe que sou bom profissional
Adoro treinar e trabalhar e jogar e tento dar sempre o meu máximo. Sinto-me em perfeitas condições, estou motivado e competitivo", afirmou.

O jogador do Sporting afirmou que o seu período no Cluj foi a fase mais difícil da sua carreira, devido à distância que estava da família. "Quando se está longe de casa faz falta a família. As tecnologias ajudam, mas não há um abraço físico num dia mais triste ou em que as coisas não saem bem. É difícil, mas quando me prontifiquei a ir, pesei os prós e os contras. Tentar explicar ao meu filho, o porquê de ter ir para fora, foi o mais difícil. O meu filho ver no mapa o trajeto entre o Porto e Cluj, na Roménia, custou-me muito. Hoje somos os melhores amigos e ele percebe que fui à procura de um melhor nível de vida para nós. O meu filho chorou, chorou muito quando soube que eu vinha para o Sporting. "Vais para o nosso clube, pai". E isso preenche-nos completamente".

No entanto, apesar da felicidade ao serviço do clube do coração, Beto afirma que os resultados podiam ser melhores mas a segunda fase da época tem motivado o plantel. "Estamos na melhor série da época e a equipa está motivada e confiante. Estar mais próximos dos rivais dá motivação extra, apesar de sabermos que é difícil chegar lá. Não é a época que queríamos, mas mas estes jogos contam e temos de nos preparar para ganhar todos", conferiu.

Conteúdo publicado por Sportinforma