Sporting

07-04-2017 18:51

Jorge Jesus: "Fui eu que lancei a célebre nota artística"

Treinador quer ganhar com "nota artística", um termo que diz ter sido ele a inventar no panorama do futebol português.
Jorge Jesus, treinador do Sporting

Jorge Jesus, treinador do Sporting

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

No encontro da 28.ª jornada da I Liga, o Sporting recebe o Boavista. Jorge Jesus lembra que o clube axadrezado “é um clube histórico do panorama do nosso futebol”, referindo ainda que quer ganhar com "nota artística".

“Já foi campeão nacional, e portanto a história do Boavista é uma história bonita. Mas o que conta é o jogo de amanhã, que é uma história diferente. E o que é que pode acontecer? O Boavista tem qualidade, com jogadores muito interessantes e por isso contra os grandes tem tido um comportamento muito forte; e nós sabemos das dificuldades que tivemos para ganhar no Bessa. Vai causar-nos dificuldades? Vai. Estamos preparados para isso? Estamos. É tentar com a nossa ideia de jogo arranjar soluções para podermos ganhar, que é o objetivo. Se puderes ganhar e jogar com qualidade, melhor. A célebre nota artística, que eu lancei”, disse, esta sexta-feira, o técnico dos Leões.

Jesus destacou ainda o trabalho de Miguel Leal no comando técnico do Boavista.

“Equipa bem trabalhado do ponto de vista tático, com jogaodres de qualidade. Equipa forte na bola parada. Sabemos isso. O Boavista tem argumentos que fazem com que se bata com os melhores em Portugal. Um equilíbrio que pouca diferença faz para um grande. O Miguel Leal tem feito um bom trabalho desde que chegou, e penso que os adeptos do Boavista devem estar satisfeitos com ele”.

O encontro entre o Sporting e o Boavista está agendado para as 20h30 deste sábado.

Veja o vídeo!

Conteúdo publicado por Sportinforma