Estoril - Nacional

08-04-2017 14:55

Pedro Emanuel: "O jogo com o Nacional poderá ser o mais importante dos três desta semana"

O treinador do Estoril-Praia, Pedro Emanuel, considerou hoje o embate com o Nacional, da 28.ª jornada da I Liga de futebol.
Pedro Emanuel
Foto: SAPO Desporto

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Estoril-Praia, Pedro Emanuel, considerou hoje o embate com o Nacional, da 28.ª jornada da I Liga de futebol, "o mais importante" dos três disputados esta semana, após vencer o Tondela e empatar com o Benfica.

Com a "plena consciência de que continuar a somar pontos é fundamental", o técnico estorilista alertou em conferência de imprensa para o perigo da motivação do Nacional, 17.º classificado, com 17 pontos, encarar este jogo como uma verdadeira ‘final’ na luta pela permanência no principal escalão.

"O jogo com o Nacional poderá ser o mais importante dos três desta semana. Sabemos que é importante conquistar pontos, porque é um adversário que vem aqui jogar uma das últimas ‘cartadas’. Temos consciência disso e do que é preciso fazer para somar os três pontos", afirmou, sem deixar de frisar que o desafio "não é fundamental" para a manutenção na I Liga.

O facto de o Nacional não ter somado qualquer vitória nos últimos 14 encontros foi desvalorizado por Pedro Emanuel, que assume ainda ser cedo para avaliar o impacto da entrada de João de Deus para o comando dos ‘alvinegros’.

"Não ligo a estatísticas. Cada jogo tem a sua história. Acredito que o Nacional virá com a motivação de que se vencer o Estoril poderá ter a motivação para que as coisas mudem", explicou, acrescentando: "O João de Deus entrou há pouco tempo e não temos um histórico muito rico, só o jogo com o Vitória de Guimarães, e que acabou da forma que todos vimos".

O empate 3-3 com o Benfica, no Estádio da Luz, na passada quarta-feira, para a segunda mão da meia-final da Taça de Portugal, não foi suficiente para dar o apuramento para a final, mas teve, de acordo com o treinador, o efeito de reforçar a confiança dos jogadores.

"Trabalhar em cima de resultados positivos é sempre mais motivante e credível", sublinhou Pedro Emanuel, que fez um balanço positivo de quase um mês de trabalho no clube: "Só temos uma vitória em quatro jogos, mas acredito que os jogadores sentem que o trabalho é positivo".

Para este encontro, o técnico estorilista não poderá contar com o capitão Diogo Amado, devido a castigo, além dos lesionados Thiago Cardoso, Afonso Taira e Nuno Lopes. Já Gonçalo Brandão, André Claro e Bazelyuk, que têm sido afetados também por problemas físicos, estão em dúvida e alimentam algumas hipóteses de ainda recuperarem para o desafio com o Nacional.

"Temos, de facto, várias ausências desde que chegámos, mas isso só eleva a qualidade daqueles que querem ter a sua oportunidade. Esses jogadores estão a dar uma resposta positiva e isso tem a ver com a qualidade individual dos jogadores e do plantel", sentenciou.

O Estoril-Praia, 15.º classificado, com 25 pontos, recebe o Nacional no domingo, às 16:00, num jogo agendado para o Estádio António Coimbra da Mota que terá a arbitragem de João Pinheiro (Associação de Futebol de Braga).

Conteúdo publicado por Sportinforma