Sporting

11-04-2017 14:23

Vice-presidente do IPDJ já reagiu às acusações de Nuno Saraiva

Nuno Saraiva acusou Vítor Pataco de 'colocar na gaveta' um despacho que visava o Benfica pelo alegado apoio a claques não legalizadas.
Nuno Saraiva recorda 'velhos fantasmas' e 'jogo sujo de bastidores'
Foto: D.R.

Nuno Saraiva acusou Vítor Pataco de 'colocar na gaveta' um despacho que visava o Benfica pelo alegado apoio a claques não legalizadas.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O vice-presidente do Instituto Português do Desporto e da Juventude, Vítor Pataco, reagiu esta quarta-feira às acusações de Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, e garantiu que as informações veiculadas pelo dirigente leonino 'não têm nenhum fundamento'.

Recorde-se que Nuno Saraiva acusou ontem o vice-presidente do IPDJ de proteger o Benfica por ter deixado na gaveta um despacho que visava o emblema da Luz pelo alegado apoio a claques não legalizadas.

Em declarações à Rádio Renascença, Vítor Pataco mostrou-se surpreendido com as acusações de Nuno Saraiva e revelou que nem sequer tinha conhecimento das palavras do diretor de comunicação do Sporting na Sporting TV.

"Não ouvi as declarações, mas posso dizer, com toda a clareza, que isso não tem nenhum fundamento. Não estou a par da situação, mas vou perceber o que está em causa, em função dessas declarações. Agora, que não têm nenhum fundamento, não têm", começou por dizer Vítor Pataco.

"Tenho memória do assunto, mas é um assunto que já rola antes de eu ter entrado no Instituto. E tem a ver com o regulamento, penso eu, de segurança do Sport Lisboa e Benfica. É um assunto anterior à minha entrada. Por isso, não vale a pena estar a desenvolver declarações sobre um assunto que não conheço assim tão bem", acrescentou o dirigente do IPDJ.

Conteúdo publicado por Sportinforma