Andebol

13-04-2017 07:24

FC Porto demarca-se dos cânticos dos Super Dragões

Clube ‘azul e branco’ utilizou as redes sociais para se afastar da canção da claque que apelava ao desastre da Chapecoense.
Adeptos do FC Porto durante o jogo com o Benfica no Estádio da Luz
Foto: MÁRIO CRUZ

Super Dragões entoaram cânticos contra o Benfica

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O FC Porto utilizou as redes sociais para se demarcar dos cânticos entoados pelos Super Dragões durante o encontro de andebol entre o Benfica e os ‘azuis e brancos’. No jogo entre as duas equipas, a claque dos ‘dragões’ entoou uma música onde a letra recordava o desastre aéreo que vitimou quase toda a equipa de futebol da Chapecoense.

Sob a letra “ Quem me dera que o avião da Chapecoense fosse o Benfica”, os Super Dragões aumentaram a tensão já elevada de um clássico do andebol português que acabou por terminar com o triunfo do FC Porto

. Com efeito, a iniciativa foi muito criticada pelo país e ressoltou numa demarcação por parte do clube. Através do Twitter, o FC Porto anunciou que não está de acordo com este tipo de ações e apelou aos adeptos que apenas apoiassem e se focassem na equipa.

“O FC Porto demarca-se de todos os cânticos ofensivos e apela que os adeptos se concentrem no apoio às nossas equipas”, pode ler-se na conta dos ‘dragões’.

Este é mais um episódio que vem aumentar a temperatura já quente no ambiente entre ambos os clubes. A parte final desta época desportiva tem sido marcada por vários episódios que envolvem adeptos dos dois clubes e que se estendem por todas as modalidades

Conteúdo publicado por Sportinforma