Braga 1-1 FC Porto

15-04-2017 22:25

FC Porto escorrega em Braga e deixa fugir o Benfica nesta Páscoa

Os Dragões estiveram a perder desde o minuto seis, empataram aos 61' e levam apenas um ponto para a Invicta, ficando a três do líder Benfica.
Pedro Santos marca a Iker Casillas
Foto: EPA/ESTELA SILVA

Pedro Santos marca a Iker Casillas

Por João Agre sapodesporto@sapo.pt

O FC Porto e o SC Braga empataram, este sábado, a um golo em jogo da 29.ª jornada do campeonato português, disputado na cidade minhota. Pedro Santos fez o primeiro golo aos seis minutos e, no segundo tempo, Soares estabeleceu o empate. Com este resultado, o FC Porto perde terreno na luta com o líder Benfica, estando agora três pontos dos encarnados.

Face ao último encontro, Nuno Espírito Santo fez regressar o central espanhol Marcano, que jogou ao lado de Felipe. Boly voltou para o banco de suplentes. De resto, tudo igual à equipa inicial que alinhou no fim de semana passado contra o Belenenses.

Do lado do Braga, Jorge Simão fez apenas uma mudança relativamente ao encontro com o Feirense, saindo Ricardo Horta e entrando Pedro Santos.

A equipa de Jorge Simão entrou bem na partida, de forma agressiva e aos seis minutos já estava em vantagem no marcador. Cartabia ganhou o lance e cruzou para o coração da área, onde apareceu Pedro Santos a cabecear e a fazer o golo.

A agressividade dos homens de Braga continuava em campo e os jogadores do FC Porto pediram falta de Baiano sobre Brahimi (11’), assim como de Pedro Santos sobre André André (16’). O árbitro Hugo Miguel não cedeu.

Perto da meia hora de jogo gritou-se golo, quando Pedro Santos levantou a bola e Vukcevic cabeceou à malha lateral. No entanto, o montenegrino tinha feito falta sobre Alex Telles.

Já em tempo de descontos, Oliver intercetou um lance com a mão dentro da área e Hugo Miguel apita para castigo máximo. Na conversão da grande penalidade, Pedro Santos adivinhou o lado mas enviou a bola ao poste, desperdiçando a oportunidade de colocar os arsenalistas com uma vantagem mais dilatada.

No segundo tempo, os Dragões chegaram ao empate aos 61 minutos. Após um pontapé de canto de Alex Telles, Soares ganhou nas alturas e, no coração da área, cabeceou para o golo portista.

Aos 85 minutos, Danilo falhou, sozinho perante Matheus, um cabeceamento que tinha tudo para ser golo. Aliás, este não foi a primeira vez que o médio português falhava um lance deste género.

Apesar de ter sido a melhor equipa no segundo tempo, ao contrário do Braga que foi aguentado a vantagem e depois gerindo o empate, o FC Porto saiu da cidade minhota com um empate muito amargo, ficando agora a três pontos do primeiro lugar, onde está o Benfica, que ontem venceu o Marítimo por 3-0.

Conteúdo publicado por Sportinforma