Secretário de Estado

19-04-2017 20:49

"É possível vivermos paixões sem estarmos a entrar noutros campos"

João Paulo Rebelo apelou aos agentes desportivos para que vivam a paixão pelo desporto de forma "positiva", considerando que os recentes episódios entre as claques dos clubes representam "uma percentagem reduzida" da prática futebolística.
O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo
Foto: LUSA

O Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A três dias do dérbi entre Sporting e Benfica, o secretário de Estado do Desporto e da Juventude, João Paulo Rebelo, falou sobre o clima de tensão que tem existido na antecâmara do duelo em Alvalade, apelando às partes envolvidas para que vivam a paixão pelo desporto de forma "positiva".

"O próximo fim de semana representa mais uma etapa de um campeonato, com um jogo importante, num campeonato que está com um nível de competitividade interessante, que só deve trazer ainda mais alegria e paixão, mas aquela paixão positiva que deve afastar as coisas negativas que nada têm a ver com o Desporto", começou por dizer o dirigente.

"O apelo que faço é para todos os dirigentes, atletas, treinadores e, sobretudo, os adeptos, porque é perfeitamente possível vivermos paixões sem ser necessário entrarmos em campos que nada têm a ver com o desporto", reforçou.

Sobre os recentes acontecimentos envolvendo os adeptos dos 'encarnados' e dos 'leões', João Paulo Rebelo vincou que estes episódios, embora "infelizes", não representam a generalidade do futebol. "Não querendo desvalorizar alguns acontecimentos, mas eles não enquadram minimamente uma generalização nos eventos desportivos. Esses episódios infelizes, em mais de 124 mil jogos por época desportiva, acabam por ser uma percentagem muito reduzida",salientou.

João Paulo Rebelo, que falava à margem da apresentação do Promentor Desporto, parceria entre a Universidade Católica de Lisboa e a Deloitte, destacou ainda a importância de se "erradicar" a violência no desporto e de os agentes desportivos estarem à altura dos "supremos valores do desporto, como a integração, espírito de equipa e o ‘fair play’".

"Queremos todos erradicar a violência no desporto e os fenómenos que nada têm a ver com o desporto e com os seus valores", referiu.

O secretário de Estado do Desporto e da Juventude falou ainda sobre a parceria estabelecida com a Faculdade de Motricidade Humana e com o IPDJ (Instituto Português do Desporto e da Juventude) no lançamento do cartão vermelho para o 'bullying' desportivo. "É uma forma que infelizmente afasta os jovens da prática desportiva e que queremos erradicar", explicou.

Veja o vídeo!


Conteúdo publicado por Sportinforma