Sporting-Benfica

19-04-2017 11:02

Benfica chega ao 300.º dérbi com mais 22 triunfos que o Sporting

Os primeiros 299 ‘capítulos’ do ‘dérbi dos dérbis’ registam ainda 61 igualdades.
Sporting - Benfica
Foto: DR

Sporting - Benfica

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Benfica chega sábado ao 300.º dérbi com o Sporting destacado na liderança do histórico dos jogos de futebol entre as duas equipas, ao somar 130 vitórias, contra 108 dos ‘leões’, uma vantagem de 22 triunfos.

Numa história que se conta há quase 110 anos, desde 1907/08, mais precisamente desde 01 de dezembro de 1907, os ‘encarnados’ atingiram o final da década de 50 em desvantagem, mas assumiram o comando nos anos 60 e jamais o largaram.

Os primeiros 299 ‘capítulos’ do ‘dérbi dos dérbis’ registam ainda 61 igualdades, sendo que o Benfica também lidera claramente em termos de golos, com 505 marcados, contra 462 dos ‘leões’, num total de 967 entre os dois clubes.

Na primeira década do Século XXI, o Sporting ainda conseguiu equilibrar (oito triunfos para cada um, mais outras tantas igualdades), mas o Benfica lidera claramente desde 2010/11, com 10 triunfos, contra quatro (25-16 em golos).

Com Jorge Jesus, ‘roubado’ ao Benfica, o Sporting logrou três triunfos consecutivos, na época passada, mas o conjunto de Rui Vitória já devolveu o comando aos ‘encarnados’, com triunfos nos dois últimos jogos.

A época passada, em Alvalade, o grego Mitroglou selou o triunfo dos ‘encarnados’, que, com um triunfo por 1-0 ultrapassaram o Sporting na tabela e não mais pararam de ganhar, até selarem o ‘tri’, na derradeira jornada.

Na presente temporada, o Benfica voltou a impor-se, desta vez na Luz, com um triunfo por 2-1, materializado com tentos de Salvio e Raúl Jiménez. O holandês Bas Dost ainda reduziu, mas já não evitou o desaire dos ‘leões’.

No total, entre jogos de I Liga, Taça de Portugal, Taça da Liga, Supertaça, Campeonato de Portugal e Regional de Lisboa, as ‘aguias’ passaram, assim, a totalizar 130 triunfos e 505 golos, contra 108 vitórias e 462 tentos dos ‘leões’.

Em termos de campeonato, a vantagem do Benfica é ainda mais expressiva, com 77 vitórias, contra 47 do Sporting, graças ao equilíbrio nos jogos realizados no reduto dos ‘leões’, onde os anfitriões só venceram mais um jogo.

Os ‘encarnados’ também estão por cima na Taça da Liga (duas vitórias contra nenhuma), enquanto o Sporting lidera na Taça de Portugal (18-15), no Campeonato de Portugal (3-2), no Regional de Lisboa (37-33) e na Supertaça (3-1).

A equipa sportinguista ganhou os dois jogos inaugurais, o primeiro a 01 de dezembro de 1907, por 2-1, face ao ainda Sport Lisboa, no Campo da Quinta Nova, em Carcavelos, onde, segundo as crónicas da altura, os seus jogadores fugiram da chuva e só voltaram obrigados pelo árbitro.

Apesar desse desaire, os ‘encarnados’ ganharam (4-2) o conjunto dos poucos jogos (seis) realizados na primeira década do século XX, assumindo uma superioridade ainda maior na segunda, com 13 triunfos, contra apenas cinco dos ‘leões’.

As ‘águias’ chegaram a ter mais 10 vitórias, só que o Sporting respondeu: foi melhor nas quatro décadas seguintes e no final da temporada 1949/50 já tinha dado a volta ao histórico (56 triunfos, contra 54).

O melhor período do Sporting foi a década de 40, com mais de 50 por cento de vitórias (21, em 40) e 101 golos - recorde em qualquer década -, em pleno reinado dos ‘cinco violinos’ (Peyroteo, Vasques, Albano, Travaços e Jesus Correia).

Depois, o clube da Luz passou a dominar por completo e reinou nas quatro décadas seguintes, sobretudo na de 70, ainda como o ‘pantera negra’ Eusébio da Silva Ferreira a ditar leis: 15 triunfos em 27 jogos (55,6 por cento).

O Sporting equilibrou na primeira década do século XXI (oito triunfos para cada lado e outros tantos empates), mas, na segunda, a liderança do Benfica é, para já, clara, com 10-4 em vitórias e 25-16 em golos.

Conteúdo publicado por Sportinforma