António Simões

21-04-2017 07:25

"Mesmo que ganhe em Alvalade, Benfica deve ser comedido nos festejos"

Em entrevista ao SAPO Desporto, o antigo jogador das 'águias' considera que a equipa de Rui Vitória, em caso de vitória no dérbi, não deve embandeirar em arco, deixando os festejos para o final do campeonato.
António Simões
Foto: @SAPO Desporto

António Simões

Por Inês Antunes sapodesporto@sapo.pt

António Simões, conhecedor profundo de derbies com o Sporting, ou não tivesse participado em 27 deles, considera que o duelo em Alvalade poderá ser “decisivo” para as contas do título, uma vez que faltam cinco jornadas para o final do campeonato.

Em entrevista ao SAPO Desporto, o antigo jogador das ‘águias´ salienta ainda que a equipa de Rui Vitória, no caso de conseguir um bom resultado no reduto dos ‘leões’, não deverá embandeirar em arco.

“Um Sporting-Benfica é sempre importante, mas este tem uma importância acrescida, uma vez que estamos a acabar o campeonato e, por isso mesmo, pode ser decisivo”, começou por dizer António Simões. “Acho que o Benfica, mesmo que tenha a felicidade de vencer este jogo, deve ser comedido nos festejos em Alvalade. Não só no final do jogo, mas também no que falta até ao final do campeonato. A sua grande expressão de festejo tem de vir no fim de tudo”, frisou.

O ‘Magriço’ acredita ainda que Rui Vitória, treinador dos ‘encarnados’, não deverá operar mudanças significativas na equipa que defrontará a formação de Jorge Jesus, no sábado. Independentemente de quem jogar, caso de Jonas, uma das referências no ataque benfiquista, que ainda está em dúvida para o dérbi.

“Rui Vitória não tem de criar estratégia nenhuma, há uma ideia e uma conceção de jogo que já estão consolidadas, penso que é isso que vai continuar a fazer. Se está tudo consolidado, se está tudo no sítio, então porquê mexer?”, questiona.

“Claro que vai depender dos jogadores que estão disponíveis, mas o modelo de jogo é sempre o mesmo, seguramente. Poderá haver umas alterações aqui ou acolá, mas não estou à espera de ver mudanças significativas, quer da parte do Benfica quer da parte do Sporting”, observou.

Afastado da luta pelo título, o Sporting chega a este duelo na melhor fase da temporada, com a possibilidade de causar estragos, uma vez que o Benfica, em caso de derrota, poderá ser ultrapassado pelo FC Porto na liderança, ainda que com o mesmo número de pontos. Por tudo isto, será que o Sporting vai encarar o dérbi de sábado como o jogo da temporada?

“Há muita gente a dizer isso, confesso que tenho uma certa dificuldade em aceitá-lo. Acredito que para alguns adeptos isso representa algo muito importante e têm toda a legitimidade para pensar dessa maneira. Agora, em relação ao Sporting instituição, pela grandeza que tem e pelo passado que tem, se o facto de ganhar um jogo contra o Benfica é o mais importante, então isso não está de acordo com os pergaminhos do clube”, refere.

Conteúdo publicado por Sportinforma