Entrevista SAPO Desporto

27-04-2017 11:15

Pedro Gomes: "No Bessa, o Benfica faz xeque-mate ao campeonato"

O antigo internacional português fez uma análise aos percursos de Benfica e FC Porto até ao final do campeonato e identificou vários problemas para os candidatos ao título.
Raul Jiménez em ação pelo Benfica no Estádio do Bessa
Foto: Francisco Leong

Raul Jiménez em ação pelo Benfica no Estádio do Bessa.

Por Eduardo Santiago sapodesporto@sapo.pt

O campeonato entrou na sua recta final com o Benfica na liderança da prova quando já há apenas 12 pontos em disputa. O FC Porto vacilou nas últimas cinco jornadas, e desperdiçou um total de seis pontos na sequência de quatro empates.

Com quatro jornadas para terminar o campeonato de 2016/2017, o SAPO Desporto falou com Manuel Pedro Gomes para uma análise aos jogos que faltam disputar de Benfica e FC Porto. Na opinião do antigo treinador de Marítimo e Sporting, o Benfica tem um calendário mais favorável, mas nem por isso mais fácil. Já o FC Porto defronta nas últimas duas jornadas Paços de Ferreira e Moreirense, equipas que neste momento ainda não têm a manutenção garantida.

Percurso do Benfica

31ªJ: Benfica - Estoril-Praia

"O Pedro Emanuel tem grandes motivos para entusiasmar a equipa porque já perdeu tangencialmente com o Benfica para a Taça de Portugal. Venceu uma série de jogos, tirou o Estoril do fosso e portanto vai ser um jogo equilibrado. Recordo-me que o Benfica sentiu muitas dificuldades para eliminar o Estoril-Praia da Taça de Portugal. No jogo da primeira mão, o Mitroglou estava na Grécia quando marcou o golo da vitória, porque estava muito adiantado aos defesas do Estoril-Praia. Acho que a equipa do Estoril quer demonstrar que tem capacidade para se bater com os grandes e vai causar muitos problemas na Luz. No entanto, a memória de 2013 vai de certeza deixar os jogadores o Benfica em sentido", disse Manuel Pedro Gomes.

32ªJ: Rio Ave - Benfica

"Acho que o Benfica no Rio Ave vai passar um mau bocado. Porque o Luís Castro é um dos treinadores que se evidenciou nas chicotadas psicológicas esta época. Ele, o Daniel Ramos, o Pedro Emanuel, e sobretudo o Manta do Feirense. Para mim, o treinador do ano é o Manta. Costuma-se dizer que nos clubes pequenos puxam a manta, e destapam de um lado para tapar no outro, mas este 'Manta' tem coberto bem o Feirense. Agora, no Estádio dos Arcos, o Benfica vai sentir muitas dificuldades num terreno em que a equipa de Luís Castro perdeu apenas quatro jogos e empataram seis", disse Manuel Pedro Gomes.

33ªJ: Benfica - V. Guimarães

"O Pedro Martins está a bater vários recordes do Vitória de Guimarães e conseguiu pela primeira vez em várias épocas colocar a equipa à frente dos rivais do SC Braga. O jovem treinador está a conseguir fazer com que o Vitória de Guimarães possa vir a conquistar a hegemonia no Minho. É uma equipa que está em quarto lugar no campeonato, é muito bem estruturada e que se pode bater de igual com igual com o Benfica, agora os resultados nunca se sabe", atirou Manuel Pedro Gomes.

34ªJ: Boavista - Benfica

"No Bessa, o Benfica tem de jogar um bom xadrez para fazer um xeque-mate ao Boavista. O Boavista é uma equipa muito inconstante, tanto depressa faz um bom resultado como depois também apresenta uma produção menor, portanto nunca se sabe, mas acho, sinceramente, que o Benfica vai no Bessa fazer xeque-mate ao Boavista e ao campeonato", sentenciou Pedro Gomes.

Percurso do FC Porto

31ªJ: Desportivo Chaves - FC Porto

"O Desportivo de Chaves é uma moeda com duas faces. Não me parece tão agressivo como era no tempo do Jorge Simão. Ganhou uma certa estabilidade, eliminou o Sporting da Taça, mas ganhou outros critérios de maior tranquilidade e confiança. E diminuiu aquela garra e determinação pois era com isso que eles ganhavam os jogos. Um treinador que comande uma equipa como o Chaves, ou um clube de meio da tabela para baixo tem sempre muito mais argumentos para motivar os jogadores do que motivares muitas vezes aqueles jogadores que estão emancipados financeiramente dos grandes clubes. Vai ser um jogo complicado para a equipa de Nuno Espírito Santo", afirmou Pedro Gomes.

32ªJ: Marítimo - FC Porto

"O Daniel Ramos está a fazer um excelente trabalho na Madeira. Ainda não perdeu nos Barreiros, e acho que não vai perder com o FC Porto", disse Pedro Gomes sobre a deslocação do FC Porto ao Funchal.

33ªJ: FC Porto - P. Ferreira

"O Paços de Ferreira na altura que for ao Porto já deve estar descansado. Ultrapassou os 30 pontos (tem 32 pontos à 30ª jornada) e acho que se calhar este ano não chegam os 30 pontos para não descer, mas com 32 e mais duas jornadas que tem em casa acho que é o suficiente porque acho que o Paços de Ferreira vai ganhar no mínimo três pontos nesses quatro jogos. E há que contar com a motivação extra dos jogadores para jogar neste tipo de jogos", considerou Pedro Gomes.

34ªJ: Moreirense - FC Porto

"Se a equipa do FC Porto conseguir ganhar todos os jogos até Moreira de Cónegos vai chegar à última jornada mais descontraída. No entanto, o Moreirense está aflito por pontos e vai criar muitas dificuldades. Este campeonato bateu todos os recordes de chicotadas psicológicas. E alguns treinadores sujeitam-se a compartecipar com a descida de um ou dois clubes", disse Pedro Gomes sobre a equipa comandada agora por Petit.

Conteúdo publicado por Sportinforma