Primeira Liga

03-05-2017 09:24

FC Porto acusa Meirim de ser o novo "ponta de lança do Benfica"

Declarações de Francisco J. Marques surgem na sequência da nega ao recurso apresentado pelos 'dragões' para a redução do castigo aplicado a Brahimi.
Brahimi
Foto: Lusa

Brahimi cumpriu dois jogos de castigo

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, acusou o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, nomeadamente o seu presidente, José Manuel Meirim, de ter substituído Vítor Pereira, antigo presidente do Conselho de Arbitragem, como "ponta de lança do Benfica".

As declarações de Francisco J. Marques surgem na sequência da nega ao recurso apresentado pelos 'dragões' para a redução do castigo aplicado a Brahimi.

"O Conselho de Disciplina tem tido decisões umas atrás das outras, sempre no mesmo sentido, e parece que Meirim substituiu Vítor Pereira, ex-presidente do Conselho de Arbitragem, como ponta de lança do Benfica. É um benefício às claras e sem escrúpulos, sempre para o Benfica", afirmou Marques, no Porto Canal.

O diretor de comunicação dos 'dragões' criticou o facto de o FC Porto já ter sido privado de jogadores em 12 encontros, contra apenas dois do Benfica: "Estas coisas não são sérias. Alguém acha normal que à 31ª jornada os centrais do Benfica não tenham atingido ainda os cinco cartões amarelos e a mesma coisa com os médios? A Liga Salazar é isso. O FC Porto está cansado de ser prejudicado."

O diretor portista abordou ainda as arbitragens das últimas jornadas do campeonato. "Os árbitros têm medo e o prejuízo pontual do F. C. Porto é muito forte", disse, voltando a apelidar a prova de "Liga Salazar".

Sobre a morte um adepto do Sporting nas imediações do Estádio da Luz, Francisco J. Marques apontou dedo aos "responsáveis morais do Benfica", que também têm de ser "responsabilizados".

Conteúdo publicado por Sportinforma