Vídeoárbitro

04-05-2017 18:31

Presidente da FIFA satisfeito com entrada do vídeoárbitro no campeonato

Gianni Infantino referiu que Portugal serve como exemplo.
FIFA Confederations Cup draw
Foto: Lusa

Infantino, Presidente da FIFA

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, manifestou-se hoje “muito satisfeito” pela implementação do vídeo-árbitro na I Liga portuguesa de futebol na próxima temporada, uma situação que serve como “exemplo e inspiração para todos”.

“Estou muito satisfeito por saber que a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu utilizar vídeo-árbitros na próxima temporada”, disse Infantino, numa mensagem divulgada pelo organismo máximo do futebol português.

“O facto de os campeões europeus fazerem parte da vanguarda apostando no aprimoramento do jogo por meio da tecnologia serve como exemplo e inspiração para todos”, acrescentou o líder da FIFA.

O recurso ao vídeo-árbitro vai entrar em vigor na próxima época de futebol, na I Liga, revelou o presidente da FPF, Fernando Gomes, após autorização do International Board (IFAB).

“O IFAB, em função da capacidade que cada federação demonstra, pode autorizar a sua utilização oficial. E já recebemos a indicação de que isso será possível no nosso caso”, salientou Fernando Gomes, em declarações à assessoria da FPF.

O responsável máximo do futebol português explicou que a época de 2017/18 estava destinada a ser de testes, uma vez que a aplicação do vídeo-árbitro seria definitiva em 2018/19, mas que o órgão que rege as leis da arbitragem pode, em função da capacidade de cada federação, autorizar a utilização oficial.

Assim, o sistema de ‘auxílio’ aos árbitros será “introduzido oficialmente em todos os jogos da I Liga na época 2017/18”, com indica hoje a FPF, no sentido de “dar as melhores condições aos árbitros”.

“Queremos claramente que os árbitros errem cada vez menos e esta ferramenta, estamos convencidos, será muito importante para diminuir a margem de erro", justificou ainda Fernando Gomes, esclarecendo que os custos, elevados, serão assumidos pela FPF.

O processo teve início a 05 de março de 2016, quando o IFAB aprovou o vídeo-árbitro, com dois anos para testes, e em junho assinou o protocolo que incluiu Portugal entre seis países pioneiros, juntamente com Austrália, Brasil, Alemanha, Holanda e Estados Unidos.

Em 2016/17 o início da época futebolística em Portugal arrancou com o Supertaça entre o campeão Benfica e o vencedor da Taça de Portugal Sporting de Braga (3-0), num jogo em que o vídeo-árbitro foi testado ‘offline’.

Depois disso, mais oito jogos tiveram o acompanhamento do vídeo, sem ser em direto, todos da Taça de Portugal, até ao teste que decorrerá a 28 de maio, no Estádio do Jamor, naquele que será o primeiro em direto e antes da introdução na I Liga da próxima época.

Conteúdo publicado por Sportinforma